VÍDEO: Bandidos arrombam entrada de condomínio para cometer furto na Grande Florianópolis

Ação, que ocorreu durante a madrugada, foi flagrada por uma câmera de monitoramento; duas bicicletas foram levadas do edifício

Dois homens arrombaram a porta de entrada de um condomínio localizado no bairro Campinas, em São José, na Grande Florianópolis. Duas bicicletas foram furtadas do local. O crime ocorreu no início da madrugada do dia 3 de outubro.

Bandidos arrombam a porta de entrada de condomínio – Foto: Repórter Sérgio Guimarães/Reprodução/NDBandidos arrombam a porta de entrada de condomínio – Foto: Repórter Sérgio Guimarães/Reprodução/ND

A cena foi flagrada por uma câmera de monitoramento no hall de entrada do edifício. No vídeo obtido pelo repórter Sérgio Guimarães, a dupla consegue entrar no prédio após empurrar a porta de vidro até danificá-la.

Em seguida, os bandidos entram em um espaço fora do campo de visão da câmera. Alguns minutos depois a dupla retorna e sai do condomínio levando duas bicicletas.

Toda a ação durou cerca de cinco minutos. Até a tarde desta segunda-feira (25), o paradeiro das bicicletas e dos autores seguia desconhecido.

Assista ao vídeo:

Arrombamento foi flagrado por uma câmera de monitoramento no hall de entrada do edifício- Vídeo: Repórter Sérgio Guimarães/Divulgação/ND

De acordo com informações do comando do 7º Batalhão de Polícia Militar, um arrombamento seguido de furto foi registrado há cerca de três meses em outro condomínio do bairro Campinas.

“Nos dois casos, o furto ocorreu em razão da fragilidade do sistema de segurança do condomínio. Os bandidos entraram sem qualquer dificuldade. Não havia vigilância”, afirma o coronel André Serafim, comandante do 7º Batalhão.

O comandante considera que as duas ocorrências são pontuais e afirma que furtos de bicicletas ocorrem com mais frequência na rua. Serafim acrescenta que dificilmente esses objetos são recuperados.

“Os bandidos conseguem, rapidamente, negociar as peças. Além disso, muitas vezes o furto ocorre em São José, mas a receptação ou o esconderijo do item fica em Florianópolis, onde a competência é de outro batalhão”, explica.

Conforme o comandante, geralmente, as bicicletas são desmontadas para venda das peças, negociadas por drogas ou anunciadas em sites de venda e redes sociais.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...