VÍDEO: Briga entre facções pode ter motivado assassinato em Braço do Norte, no Sul de SC

Uma câmera de segurança flagrou o momento em que um homem atira contra a vítima de 29 anos e posteriormente uma caminhonete o atropela em Braço do Norte, no Sul de SC

Uma disputa entre facções criminosas pode ter sido a motivação do assassinato de João Kerescky da Silva de 29 anos em Braço do Norte, no Sul de SC. O crime ocorreu na noite desta quinta-feira (22) e a vítima foi morta a tiros e posteriormente foi atropelada nas proximidades de um bar no bairro São Basílio no município do Sul de Santa Catarina.

“Informações iniciais dão conta de que é uma guerra de facções. Existe a perspectiva de que uma facção gaúcha gostaria de ocupar o espaço de uma facção catarinense”, explica o Comandante da GEBN (Guarnição Especial de Braço do Norte), o tenente-coronel da Polícia Militar, Marcos Aurélio Ramm.

Uma câmera de segurança flagrou o momento em que João é baleado e posteriormente atropelado em Braço do Norte – Vídeo: Divulgação

De acordo com informações colhidas pela PM, seriam os três autores do homicídio estariam no bar tomando cerveja até o fechamento do estabelecimento.

Posteriormente, próximo do local, um dos homens se dirigiu até a vítima e fez diversos disparos de arma de fogo. Após alvejar João, uma caminhonete Lifan Branca aparece em alta velocidade e atropela o corpo da vítima. O assassinato foi flagrado por uma câmera de segurança.

Autores do homicídio fugiram em direção a Tubarão

Os homens fugiram em direção a Tubarão e a PM fez buscas para localizar os suspeitos, sem sucesso. De acordo com testemunhas, momentos antes do crime, os homens tentaram sequestrar a vítima que seria membro de uma facção do Rio Grande do Sul e estaria vendo casas para alugar.

“O fato é que a PM já tem essa informação que existe disputas, mas crimes dessa natureza não havia ocorrido nessa região. É o segundo homicídio que nós temos aqui em Braço do Norte em 2021”, lembra o tenente-coronel.

Assassinato teria sido provocado por uma disputa de facções criminosas em Braço do Norte – Foto: Reprodução/NDAssassinato teria sido provocado por uma disputa de facções criminosas em Braço do Norte – Foto: Reprodução/ND

A Polícia Civil e o IGP (Instituto Geral de Perícias) foram acionados e investigam o crime. No local foram localizados quatro estojos de munição .380 e 9mm. O dono do Bar foi ouvido pela PM e relatou que não conhecia os homens que estavam no estabelecimento.

Um revolver calibre 32 foi encontrado sem munições atrás do balcão do bar em um depósito. Segundo o dono do Bar, o revólver seria para a proteção dele. Diante disso o proprietário do estabelecimento de 25 anos foi conduzido a central de polícia por porte ilegal de arma de fogo para os procedimentos cabíveis.

+

Polícia

Loading...