VÍDEO: como é o treinamento de cães para combate ao crime em Blumenau

Os jovens recrutas Ozzy e Fall completaram 100 dias de vida e iniciaram a preparação para atividade policial

Os novos recrutas da Polícia Militar de Blumenau entraram em fase de treinamento. Mas não se engane, não estamos falando de humanos. Ozzy e Fall, dois filhotes da raça Pastor Belga, estão se preparando para o combate ao crime no Vale do Itajaí.

Ozzy e Fall estão em treinamento na PM de Blumenau – Foto: Giovanni Silva/PM/Divulgação/NDOzzy e Fall estão em treinamento na PM de Blumenau – Foto: Giovanni Silva/PM/Divulgação/ND

Com 100 dias de vida, os cães começaram o preparo para a vida policial. A primeira atividade fora do batalhão foi uma ambientação no camelódromo de Blumenau. Um “passeio” para aprenderem a socializar em locais com fluxo intenso de pessoas.

O treinamento faz parte do programa de desenvolvimento K9. Serve para estimular novas habilidades dos filhotes, além de possibilitar a avaliação comportamental diante das adversidades apresentadas, como equilíbrio, concentração, disciplina e obediência.

Ozzy, recruta da PM de Blumenau - Giovanni Silva/PM/Divulgação
1 2

Ozzy, recruta da PM de Blumenau - Giovanni Silva/PM/Divulgação

Fall, recruta da PM de Blumenau - Giovanni Silva/PM/Divulgação
2 2

Fall, recruta da PM de Blumenau - Giovanni Silva/PM/Divulgação

“Os dois filhotes se saíram muito bem nesse primeiro contato com ambientes agitados, principalmente por demonstrarem confiança e segurança, comportamentos que são esperados num cão policial”, explica o sargento Bonanoni, cinotécnico e especialista em formação k9.

Nessa nova fase, a dupla também será apresentada às drogas para desenvolver a chamada memória olfativa. A expectativa é que eles estejam prontos para o início do estágio operacional no final deste ano, mas o treinamento completo deve durar até 2022.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia