VÍDEO: Suspeito de ter matado esposa e filho degolados chega a Blumenau

Kelber estava preso em Campinas, interior de São Paulo, desde o dia 26 de julho

Kelber Henrique Pereira, de 28 anos, principal suspeito no assassinato da esposa, Jéssica Ballock e do filho de três meses do casal, chegou a Blumenau na noite desta sexta-feira (5). Ele foi levado direto ao Presídio Regional de Blumenau. Informações preliminares indicam que ele chegou por volta das 21h.

Kelber foi transferido para Blumenau nesta sexta-feira (5). – Vídeo: Divulgação/ND

A Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa e o Departamento de Polícia Penal divulgaram uma nota informando que a transferência do preso foi realizada por meio de um trabalho conjunto do Serviço de Operações de Escoltas e o do Grupamento de Operações Aéreas, que são equipes especializadas do Departamento de Polícia Penal.

O suspeito foi preso na noite do dia 26 de julho na cidade de Paulínia, interior de São Paulo e desde então estava em uma unidade prisional de Campinas. No dia 1° de agosto, a justiça autorizou a vinda de Kelber para Blumenau. 

Suspeito de matar Jéssica Ballock é preso em São Paulo – Foto: Divulgação/NDSuspeito de matar Jéssica Ballock é preso em São Paulo – Foto: Divulgação/ND

Próximos passos

O delegado Ronnie Esteves, responsável pela investigação, informou que na segunda-feira (8), um ofício será enviado ao sistema prisional para que o suspeito possa ser apresentado e interrogado no inquérito policial. “Assim que nós tomarmos esse depoimento, nós vamos caminhar para o fim, encerrando essa investigação”, destaca.

Até o momento, algumas testemunhas já foram ouvidas, mas o delegado destaca que o depoimento de Kelber é fundamental para elucidar o que aconteceu na noite em que Jéssica e o filho foram degolados.

“A gente tem um vídeo que ele divulgou confessando a prática do crime, mas há algumas incongruências ali. Nós precisamos ouvi-lo formalmente, há alguns questionamentos para serem feitos, inclusive sobre a cena do crime para que a gente possa tentar entender o que aconteceu naquele dia. Isso depende muito da participação dele”, afirma Esteves.

Após, o inquérito policial será encerrado e encaminhado ao Poder Judiciário.

Depoimento online

Pela visibilidade que o suspeito acabou ganhando, cogitou-se a possibilidade de o depoimento de Kelber acontecer de forma online, para que ele não tenha que sair do presídio. Porém, o delegado informou que até o momento nenhum advogado entrou em contato fazendo a solicitação.

“A prioridade é que ele venha até a delegacia, ele será ouvido aqui na delegacia. Nenhum advogado fez contato até agora com a nossa unidade. O procedimento corre tranquilo e nós já estamos caminhando para o fim”, disse o delegado.

Relembre o caso

A Polícia Civil foi acionada no dia 25 de julho, por volta das 10h, para uma ocorrência de uma mãe e um bebê que estariam mortos dentro de um apartamento localizado na rua Dos Caçadores, no bairro da Velha, em Blumenau.

Chegando ao local, foram encontraram os corpos das vítimas, Jéssica Ballock, de 23 anos, e o seu filho, de apenas 3 meses. Ambos foram degolados.  A mãe estava no chão, e o bebê na cama.

O principal suspeito do crime é o marido e pai das vítimas, Kelber Henrique Pereira, de 28 anos. O filho mais velho do casal, de 2 anos, havia sido levado por Kelber, entregue pelo homem na casa de seus pais, em Minas Gerais e, depois, levado para um abrigo.

Atualmente, o menino já está com os avós maternos em Blumenau.

Família de Jéssica Ballock foi buscar filho mais velho em Minas Gerais – Foto: Reprodução/NDFamília de Jéssica Ballock foi buscar filho mais velho em Minas Gerais – Foto: Reprodução/ND

*Contribuíram as repórteres Daniela Meller e Julia Schaefer

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...