Vítimas sofreram ao menos cinco golpes de responsável por chacina em escola de SC

Análise preliminar sobre o caso foi feito pelo gerente da 5ª Gerência Mesorregional de Perícias de Fronteira, perito criminal Carlos Augusto Nogueira Júnior

As vítimas fatais do ataque a escola Infantil Pró-Infância Aquarela, em Saudades, Oeste de Santa Catarina, receberam ao menos cinco golpes da espada utilizada pelo autor do crime, segundo análise preliminar do IGP (Instituto Geral de Perícias).

Governadora e representantes de órgãos de segurança pública em coletiva sobre chacina em Saudades – Foto: Willian Ricardo/NDGovernadora e representantes de órgãos de segurança pública em coletiva sobre chacina em Saudades – Foto: Willian Ricardo/ND

A informação foi divulgada pelo gerente da 5ª Gerência Mesorregional de Perícias de Fronteira, perito criminal Carlos Augusto Nogueira Júnior em coletiva na noite desta terça-feira (4).

Ainda segundo o perito, os golpes, majoritariamente, foram perfurantes. As crianças sofreram mais ferimentos. Uma delas sofreu cinco perfurações nas costas, uma no tórax, além de dois ferimentos na cabeça.

Outra criança teve três perfurações no abdômen, duas no tórax e uma nas costas. A terceira sofreu perfurações nas costas, uma no glúteo, duas no tórax e uma no lado direito do abdômen.

A professora Keli Adriane Anieceviski, de 30 anos, sofreu duas perfurações na perna direita, próximo ao calcanhar, uma na perna esquerda, quatro nas costas e uma no braço esquerdo.

Já a agente educativa, Mirla Renner, de 20 anos, sofreu dois ferimentos no abdômen. Conforme o perito, o laudo cadavérico ainda será confeccionado posteriormente por um médico legista.

Os corpos das vítimas devem ser liberados até às 22h desta terça-feira. Todos estão no necrotério do HRO (Hospital Regional do Oeste).

Entenda o caso

Um jovem de 18 anos, armado com uma Katana, invadiu a escola infantil Pró-Infância Aquarela, localizada na rua Quintino Bocaiúva, no bairro Industrial, em Saudades, no Oeste catarinense, na manhã desta terça-feira, e atacou alunos e colaboradores.

Crime deixou a comunidade de Saudades perplexa. – Foto: Willian Ricardo/NDCrime deixou a comunidade de Saudades perplexa. – Foto: Willian Ricardo/ND

Segundo os bombeiros, duas crianças e uma professora morreram na hora. Uma terceira criança foi levada ao hospital, porém também não resistiu. As vítimas são bebês, todos menores de dois anos.

Ainda segundo os socorristas, uma mulher foi levada ao HRO, de Chapecó, em estado grave, porém também morreu em decorrência dos ferimentos.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia