Por falta de funcionários, IML de Blumenau terá de atender 38 cidades

Unidade de Rio do Sul tem apenas um plantonista e, por isso, IML em Blumenau vai atender de Ilhota a Pouso Redondo

A partir do dia 1º de fevereiro o IML (Instituto Médico Legal) de Blumenau passará a atender 38 cidades – de Ilhota, no Litoral, a Pouso Redondo, no Alto Vale do Itajaí. O motivo é a falta de Auxiliar Médico Legal na unidade de Rio do Sul.

Com o fim dos contratos temporários, o IML que atende o Alto Vale ficou com apenas um profissional. Como o trabalho funciona em escala de plantão de 24 horas, o Médio Vale do Itajaí terá de oferecer o suporte aos atendimentos nos horários em que o plantonista de Rio do Sul não estiver trabalhando.

IML é responsável por recolher corpos de vítimas de acidentes e homicídios – Foto: NDTV/ReproduçãoIML é responsável por recolher corpos de vítimas de acidentes e homicídios – Foto: NDTV/Reprodução

O governo do Estado, responsável pelo serviço, reconhece que a situação pode gerar atrasos no recolhimento de corpos em decorrência de acidentes de trânsito, homicídios e suicídios, por exemplo. – que é apenas parte do trabalho do órgão.

De Ilhota a Pouso Redondo são cerca de 160 quilômetros. Se a equipe de Blumenau precisar atender uma ocorrência em Rio do Sul, serão pelo menos duas horas de estrada pela BR-470 para chegar ao local – se não houver congestionamento. Se neste intervalo, considerando também o período de retorno, houver outro chamado, terá de esperar.

O IML de Blumenau já é responsável por 12 cidades e, segundo servidores, tem maior volume de ocorrências. Em Rio do Sul, são 26 municípios de cobertura, mas com menos chamados.

Blumenau conta com cinco auxiliares, mas um deles não faz plantão em virtude de problemas de saúde, então quatro se revezam na escala. Com o profissional de Rio do Sul, a ideia é montar uma escala unificada: quem estiver de plantão terá de cobrir do Médio ao Alto Vale do Itajaí sozinho.

Edital para novos temporários nos próximos dias

O IGP confirmou a finalização dos contratos temporários e afirmou, em nota enviada por meio da assessoria de imprensa, que “ainda não houve aprovação de um concurso público específico para a carreira”.

No entanto, o órgão ressalta que nos próximos dias será lançado o edital para um novo processo seletivo de contratação de temporários. Porém, até que o processo seja concluído e novos servidores sejam contratados, o atendimento precisará ser feito pela unidade de Blumenau.

“Enquanto este novo processo seletivo não for efetivado, o IGP de Blumenau realizará a cobertura de Rio do Sul nos dias de folga da servidora local. Desta forma, o atendimento será mantido, no entanto, é provável que existam atrasos devido à distância entre as cidades”, pontua o IGP, em nota.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Segurança