Quadrilha explode agência bancária em Nova Trento, na Grande Florianópolis

Criminosos trancaram a passagem das duas pontes sobre o riozinho do Braço com cabos de aço

Divulgação/ND

Agência ficou destruída após ação dos bandidos

A agência do Bradesco de Nova Trento, na Grande Florianópolis, foi explodida na madrugada desta segunda-feira (15). De acordo com o subtenente da Polícia Militar, Charles Bernardo Rodrigues, após explodir o banco, a gangue trancou as passagens das duas pontes sobre o riozinho do Braço, com cabos de aço, para dificultar a ação da Polícia Militar. As câmeras de videomonitoramento da PM, que ficam um pouco afastadas do banco, registraram a explosão exatamente às 3h44.

Toda a ação da gangue, desde a explosão até as interdições das duas pontes, durou oito minutos. Os bandidos fugiram em um Fiat Punto, branco em direção a Brusque. Eles estavam de gorro bala clava, usavam  luvas e calças jeans. O banco não revelou o valor roubado.  

Quando ocorreu a explosão, um agricultor acionou a Polícia Militar. O subtenente contou que um caminhão carregado de madeira passou pela ponte interditada e arrebentou os cabos de aço, facilitando a passagem das viaturas policiais. A quadrilha entrou na cidade pelo bairro Indaiá, divisa entre os municípios de Brusque, São João Batista e Nova Trento.

A quadrilha entrou na cidade pelo bairro Indaiá, divisa entre os municípios de Brusque, São João Batista e Nova Trento. Na fuga, após passar pelas pontes e logo em seguida interditá-las, os criminoso saíram pelo bairro Vígolo,  em direção a Brusque.  

Ainda de acordo com o PM, foi a segunda vez que a agência foi explodida durante o período de um ano. As investigações estão sendo realizadas pela delegacia da Polícia Civil local.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Segurança

Loading...