“Quero minha menina”, grita mãe de menina morta no Carnaval do RJ

Raquel Antunes de Silva, de 11 anos, que morreu em acidente com carro alegórico no Carnaval do RJ, foi sepultada neste sábado, dia 23

Sob forte comoção, o corpo de Raquel Antunes de Silva, de 11 anos, foi velado na manhã deste sábado (23/4). O sepultamento estava marcado para 14 horas deste sábado, no Cemitério de São Francisco de Paula, no bairro do Catumbi, na Zona Portuária. A menina morreu após acidente com um carro alegórico na avenida Sapucaí, no Rio de Janeiro.

Raquel Antunes da Silva foi atropelada por um carro alegóricoRaquel Antunes da Silva foi atropelada por um carro alegórico – Foto: Internet/Divulgação ND

A despedida reuniu dezenas de amigos e familiares. Marcela Portelinha, mãe da menina, teve de ser amparada por amigos e passou mal. Ela está grávida de três meses e ela precisou ser carregada até a capela, onde recebeu atendimento após desmaiar, segundo informou o Portal Metropoles. A mulher cobrou justiça pela filha. “Eu quero a minha menina”, gritou durante a cerimônia.

Sobre o acidente

Durante ensaio das escolas de samba cariocas, na noite de quarta-feira (20/4), Raquel Antunes da Silva foi atropelada por um carro alegórico na Sapucaí, no Rio de Janeiro, no primeiro dia de Carnaval na cidade. Além de ter tido as pernas dilaceradas, a criança foi prensada contra um poste.

A menina teve o primeiro atendimento ainda no posto médico da Sapucaí e foi transferida para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro do Rio do Janeiro.

Por conta do estado grave, ela precisou ser operada e, infelizmente, após 36 horas, Raquel não resistiu.

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) afirmou que o desfile violou as regras de segurança, ao não respeitar as normas sobre presença de crianças e adolescentes no desfile e na dispersão da escola de samba. A 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva da Infância e da Juventude da Capital deve tomar providências.

carro elegóricoCarro alegórico foi apreendido para perícia – Foto: Reprodução Record TV

A Polícia Civil confirmou que a morte da menina Raquel Antunes da Silva, de 11 anos, está sendo investigada como homicídio culposo (sem intenção de matar). O carro alegórico da escola de samba Em Cima da Hora envolvido no acidente nas imediações do Sambódromo, no Rio, foi apreendido para perícia.

O prefeito do Rio de Janeiro se manifestou por meio das redes sociais sobre o acidente.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Segurança

Loading...