Segundo a Polícia Civil, mulher encontrada amarrada em São Bento do Sul armou farsa

O inquérito sobre o caso será encerrado e a suposta vítima vai responder por comunicação falsa de crime

A Polícia Civil, por meio da DIC (Divisão de Investigação Criminal) de São Bento do Sul, concluiu as investigações sobre o suposto sequestro ocorrido no dia 20 de abril, quando a suposta vítima, uma moça de 20 anos, foi encontrada às margens da Rodovia SC-418, com pés e mãos amarradas. Segundo a polícia, tudo era uma farsa.

Reprodução RICTV Record/ND

Mulher foi encontrada pelos policiais amarrada em um local às margens da SC-418

A suposta vítima afirmou aos policiais da DIC que havia sido sequestrada por dois homens e uma mulher. Eles teriam utilizado um carro, um Volkswagen Gol, para transportá-la até o cativeiro. Durante as 24 horas que permaneceu em cárcere, ela teria sofrido ameaças, agressões físicas e psicológicas.

Segundo o delegado Rubens Passos de Freitas, já de início, a situação pareceu suspeita aos policiais da DIC, pois a história apresentava diversas contradições. Os agentes então realizaram diversas diligências no intuito de esclarecer o caso, sendo que até mesmo o trajeto realizado pelos sequestradores foi refeito com a suposta vítima e as suspeitas de que tudo não passava de uma grande mentira só foram reforçadas. 

Reprodução RICTV Record/ND

Segundo a Polícia Civil, até mesmo a disposição das lesões apresentadas por ela indicavam que só poderiam ter sido causadas por ela mesma

Através das investigações, foram encontrados diversos indícios de que tudo se tratava de uma grande farsa. Segundo a Polícia Civil, até mesmo a disposição das lesões apresentadas por ela indicavam que só poderiam ter sido causadas por ela mesma. Algumas testemunhas confirmaram que a suposta vítima costumeiramente inventava esse tipo de história. 

Com base nas diversas provas e testemunhos, os investigadores concluíram que a farsa toda foi criada devido a uma briga passional. O inquérito será encerrado e a suposta vítima vai responder por comunicação falsa de crime.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Segurança

Loading...