Suspeito de enviar mensagens sexuais a mulher de Pinhalzinho é identificado

Morador de SP, de 21 anos, usava perfis falsos para ofender várias mulheres

Um homem de 21 anos foi indiciado pela Polícia Civil de Pinhalzinho, no Oeste de Santa Catarina, por criar perfis falsos no Instagram e postar fotos das vítimas com intenção de ofendê-las. Uma das vítimas foi uma mulher de 31 anos, moradora de Pinhalzinho, que registrou um boletim de ocorrência na Delegacia Virtual.

Mensagens eram enviadas no direct do Instagram – Foto: Polícia Civil/NDMensagens eram enviadas no direct do Instagram – Foto: Polícia Civil/ND

Segundo a Polícia Civil, ele também usava os perfis falsos para se passar pela vítima e, às vezes, para enviar mensagens ofensivas via “direct”.
Durante a investigação, foi descoberto que o suspeito é morador de Leme, em São Paulo.

Policiais chegaram ao suspeito após identificarem que ele usava a rede de internet de sua vizinha. A vizinha também foi uma das vítimas. Apesar disso, as vítimas eram escolhidas de forma aleatória. O suspeito teria criado mais de 20 perfis falsos.

Com o apoio da Polícia Civil de São Paulo, o suspeito foi encontrado e ouvido. Além disso, foi descoberto que ele já havia feito o mesmo com a vizinha dele. Ele foi indiciado por difamação, injúria, falsa identidade e perturbação da tranquilidade.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Segurança