Suspeito de matar companheira em pousada de Garopaba é preso em Santo André

Andreia Ruon foi encontrada morta com sinais de esganadura, com uma corda no pescoço e travesseiro no rosto no quarto de uma pousada no bairro Ferraz no dia 16 de dezembro de 2018

Um ano e seis meses se passaram desde que a família de Andreia Ruon recebeu a ligação que ninguém quer receber. Aos 44 anos, a guaramirense foi assassinada no quarto de uma pousada em Garopaba, no Sul do Estado.

Andreia e o companheiro estavam juntos há cerca de 10 anos – Foto: Arquivo Pessoal/DivulgaçãoAndreia e o companheiro estavam juntos há cerca de 10 anos – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

Desde então, a polícia procurava pelo principal suspeito do crime, o companheiro de Andreia, com quem ela vivia em Guaramirim e viajou para o sul catarinense. Depois de 18 meses, Reginaldo Anselmo Garcia, de 49 anos, foi preso em Santo André.

A Polícia Civil catarinense já havia concluído a investigação e indiciado Reginaldo por feminicídio. Com o mandado de prisão ativo, Reginaldo era considerado foragido, até que foi preso na noite de quarta-feira (2), no ABC paulista.

Andreia foi encontrada morta com sinais de esganadura, com uma corda no pescoço e um travesseiro no rosto. A investigação prosseguiu e, além de todos os indícios apontarem para o companheiro, Reginaldo já tinha casos de violência doméstica.

De acordo com a Polícia Civil, depois de cometer o crime em Garopaba, Reginaldo percorreu os estados do Mato Grosso e da Bahia, até se esconder em São Paulo.

Preso em Santo André, o suspeito foi levado à delegacia para prestar depoimento, mas ficou em silêncio. Reginaldo permanece no sistema paulista e deve ser encaminhado à Santa Catarina nos próximos dias. A transferência deve ser realizada pelo Deap (Departamento de Administração Prisional).

Leia também:

“Eu já derramei tanta lágrima”, lamenta mãe de mulher assassinada há um ano em Garopaba

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Segurança

Loading...