Com todos vereadores de Tijucas indiciados por desvio de verba, eleitores devem ficar atentos

É preciso dizer não para os corruptos na próxima eleição

Vereadores indiciados

Os vereadores do Legislativo Municipal de Tijucas, que indiciados por desvio de dinheiro do povo, não deveriam ser reeleitos. Gente deste naipe, que ainda diz ser representante do povo, precisa ser banido da política. Na última sexta-feira, o delegado da Deic (Diretoria Estadual de Investigações Criminais), Walter Watanabe, concluiu o inquérito policial e indiciou 47 suspeitos, entre vereadores, empresários e pessoas com cargo comissionado no legislativo. Todos os 13 vereadores de Tijucas, segundo a polícia, estão envolvidos em peculato e falsidade ideológica. Três deles, considerados os cabeças, ficaram presos temporariamente na carceragem da Deic em dezembro. O inquérito está no fórum para a análise do Ministério Público para oferecer denúncia ou arquivar. Com tantas provas robustas – de que os envolvidos recebiam diária para concluir um curso inexistente em Curitiba (PR) –, é bem provável que o MP denuncie a quadrilha. Mas o julgamento deve levar algum tempo por causa da possibilidade de recursos dos advogados. E os vereadores vão aproveitar a brecha para se candidatarem à reeleição. Por isso, eleitores, vocês devem ficar bem atentos na hora de depositar o voto na urna e dizer não aos corruptos.

 General

Os generais Luiz Antônio Duizit Brito, comandante da 5ª Região Militar (Curitiba/PR) e Richard Nunes, da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada (Florianópolis) passaram no gabinete do secretário da SSP, César Grubba, e trocaram informações sobre o plano de ação que será desenvolvido em conjunto com a SSP. O objetivo é a repressão e fiscalização qualificada dos  produtos controlados, em especial explosivos. Brito vai deixar o comando da 5ª Região em fevereiro.

Divulgação/ND

Polícia apreende 11 televisores, cinco notebook e quatro Playstation

Flagrante
Dois ladrões de residência foram flagrados por uma guarnição da PM estocando objetos furtados na casa de Gustavo Henrique, no bairro Serraria, em São José.  Gustavo e Jhonatan chegaram em um Volkswagen UP e, quando começaram a  retirar televisores do carro e levar para o interior de uma quitinete, receberam voz de prisão. Jhonatan fugiu a pé e Gustavo tentou escapar de carro, mas bateu na viatura e foi capturado. Os policiais apreenderam 11 televisores, cinco notebook, perfumes, tênis , quatro Playstation, dois celulares, mochilas e bolsas e jóias.

Furto
O Honda Fit preto com placas de Curitiba, furtado na Praia da Pinheira, em Palhoça, foi localizado e apreendido por policiais militares do 7º BPM na rua Sagrado Coração de Jesus, no bairro Cova da Onça, em São José.  Segundo a PM, o carro foi levado após o furto em casa e abandonado em São José. O veículo foi guinchado até a 1ª DP, onde o dono compareceu para buscá-lo. O ladrão não foi localizado.

Adolescente
Um adolescente de apenas 14 anos foi tirado de circulação de um ponto de drogas, na rua Cirino Justino, numa localidade conhecida como Cova da Onça, em São José, fazendo a “correria do tráfico” para o gerente da banca. Com o garoto foram apreendidas 262 pedras de crack, 24 petecas de cocaína e R$ 445 adquiridos com a venda de entorpecente. O adolescente foi levado à delegacia de adolescentes e depois entregue à família. 

Divulgação/ND

Refúgio de ladrões em São José

Prefeitura

Moradores da rua Domingues Pedro Hermes, em São José, denunciam o descaso da prefeitura que não roça um terreno cheio de mato, ao lado do número 689, que serve de refúgio e esconderijo de ladrões. A coluna tem recebido várias reclamações de vítima de assalto. Segundo os moradores, além dos bandidos que ali se escondem para atacar vítimas, o local está se transformando num antro de viciados e de traficantes. Alô, alô prefeita Adeliana Dal Pont.

Droga e arma

Denuncia anônima levou uma guarnição do 7º BPM à  rua Mathias Kalbuch, em Barreiros, São José, onde foi capturado o traficante  Tony Carlos.  Em poder dele foram apreendidos 335 pedras de crack, maconha, cocaína e dinheiro. Os agentes sabiam que ele havia comprado armas, porque estava sendo ameaçado de morte por traficantes rivais, e passaram na casa dele, no Morro do Horácio, em Florianópolis. Mas encontraram apenas bilhetes de presos do Presídio de Tijucas. A suspeita é de que as armas tenham sido tiradas de casa pela companheira do traficante antes de a PM chegar.

Assalto

Quatro homens empunhando pistolas invadiram uma relojoaria na rua Brusque, em Itajaí, e levaram relógios e celulares, inclusive o Iphone de uma cliente. Um dos integrantes da quadrilha trazia uma mochila nas costas, onde colocou os objetos roubados. De acordo com uma funcionária, um Gol branco com um comparsa ao volante do carro dava cobertura à quadrilha. A PM foi chamada, fez buscas na região, mas não obteve êxito. O caso foi repassado à Divisão de Investigação de Itajaí. 

Loading...