VÍDEO: Festa no Parque do Rio Vermelho é flagrada pela GMF

Os que estavam cometendo aglomerações devem ter autos de infração lavrados pela vigilância; operação da GMF foi motivada por vídeo enviado à corporação

Uma festa que contraria as medidas sanitárias foi flagrada pela GMF (Guarda Municipal de Florianópolis) neste sábado (13), o Parque Estadual do Rio Vermelho, com cerca de 30 pessoas que se aglomeravam sem máscara, além de permaneceram em um local de parque, o que também vai contra às normas sanitárias.

aglomeração; festa; vídeo; flagradaAglomeração foi flagrada após viralização de vídeo nas redes sociais – Foto: Divulgação/GMF/ND

A denúncia veio após a viralização de vídeos da aglomeração nas redes sociais, o que motivou as autoridades a verificarem a ocorrência.

“Nós recebemos esse vídeo, que viralizou em grupos de whatsapp. Quando recebi, identifiquei o local e mandamos um tático para fazer a abordagem”, relata o sub-comandante da GMF, Ricardo Pastrana.

Ao chegar no local, diversas pessoas já estavam indo embora ou indo para outra localidade para despistar as autoridades, mas várias pessoas foram autuadas pela GMF.

Todos foram identificados e serão repassados à Vigilância Sanitária, que analisará todas as informações e irá emitir autos de infração.

Os autos de infração em questão visam autuar pessoas ou estabelecimentos que estão em desacordo com as normas, diferente dos autos de intimação, que visam adequações posteriores.

“Os estabelecimentos, por exemplo, responderão a processo administrativo sanitário, o que poderá decorrer em advertência, multa, fechamento total do estabelecimento e até mesmo cassação de alvará”, afirma a diretora da Vigilância Sanitária Estadual, Lucélia Kryckyj.

A operação segue em andamento até o fechamento desta reportagem, às 20h.

A denúncias podem ser feitas pelos canais da PMSC, através do número 190 e por meio do aplicativo PMSC Cidadão, disponível nas plataformas iOS e Android.

Além disso, a Vigilância Sanitária atende pelo número (48) 3251-7960, a Polícia Civil pelo 181 ou (48) 98844-0011, e os Bombeiros pelo 193.

Assista os vídeos:

Fiscalizações de aglomerações e descumprimentos já ocasionaram 50 prisões

Até esta sexta (12), o levantamento da PMSC (Polícia Militar de Santa Catarina) indica um total de 51 prisões e 90 interdições de estabelecimentos por descumprimento de medidas sanitárias, que incluem novas restrições desde o dia 25 de fevereiro.

A corporação realizou mais de 35 mil fiscalizações, que também resultaram em 103 Boletins de Ocorrências. A estimativa é que esse número ainda cresça, já que nos próximos fins de semana as restrições seguem em vigor no território catarinense.

“Estamos fazendo um trabalho diuturno para atender a todas as demandas de descumprimentos das regras de Saúde e de operações diárias para garantir a segurança dos catarinenses. Precisamos é contar com a ajuda de todos para que possamos vencer este momento”, afirma o comandante-geral da PMSC, coronel Dionei Tonet.

Serão 500 novos oficiais trabalhando na fiscalização durante o período, que segue com serviços não essenciais proibidos durante o fim de semana, além da proibição de venda de bebidas alcóolicas das  21h às 6h.

Além disso, outros órgãos do governo do Estado seguem com fiscalizações mais rigorosas, como a Vigilância Sanitária, que já somou 2.158 inspeções em março.

A vigilância, por sua vez, reporta um total de 424 autos de intimação e 194 autos de infração aplicados.

O que pode e não pode segundo as novas restrições em SC

As novas regras foram decretadas pelo governador Carlos Moisés (PSL) e valem a partir desta sexta-feira (12), incluindo a proibição do fornecimento de bebidas alcoólicas para consumo no próprio estabelecimento, entre 21h e 6h.

Além disso, seguem proibidas a aglomerações de pessoas em qualquer ambiente, seja interno ou externo, em cumprimento às regras sanitárias, e serviços não essenciais serão suspensos aos fins de semana.

Também permanece proibido o funcionamento de casas noturnas, shows e espetáculos, até o dia 19 de março, independente dos níveis de risco das regiões.

No transporte coletivo urbano municipal, intermunicipal e interestadual está permitido o limite de ocupação de 50% por veículo,  em todos os níveis de risco. A medida vale até a sexta-feira da próxima semana (19).

O que fica fechado no fim de semana

  • Comércio de rua;
  • Shopping centers, centros comerciais e galerias;
  • Academias e centros de treinamento;
  • Salões de beleza e barbearias;
  • Óticas, autopeças, lojas de materiais de construção: No entanto, poderão funcionar em regime de plantão, com disponibilização de meios de contato não presenciais, para atendimento de urgências e emergenciais;
  • Cinemas e teatros;
  • Casas noturnas, shows e espetáculos;
  • Bares, pubs e beach clubs;
  • Cafés, pizzarias, sorveterias, lanchonetes, restaurantes e similares: Permitido a comercialização de alimentos e bebidas somente no sistema de tele-entrega ou retirada no estabelecimento;
  • Parques temáticos, aquáticos e zoológicos;
  • Circos e museus;
  • Feiras, leilões, exposições e inaugurações: Permitido a realização na modalidade visual com transmissão on-line;
  • Congressos, palestras e seminários: Permitido a realização na modalidade visual com transmissão on-line;
  • Piscinas de uso coletivo, clubes sociais e esportivos e quadras esportivas;
  • Atendimento presencial em agências bancárias, correspondentes bancários, lotéricas e cooperativas de crédito;
  • Eventos sociais, inclusive na modalidade drive-in, e reuniões de qualquer natureza, de caráter público ou privado, incluídos excursões e cursos presenciais;
  • Serviços públicos considerados não essenciais, em âmbito municipal, estadual ou federal, que não puderem ser realizados por meio digital ou mediante trabalho remoto;
  • Concentração, a circulação e a permanência de pessoas em parques, praças e praias;
  • o calendário de eventos esportivos organizados pela Fesporte (Fundação Catarinense de Esporte);
  • Utilização de salões de festas e outros espaços de uso coletivo em condomínios e prédios privados;
  • Fornecimento de bebidas alcoólicas para consumo no
    próprio estabelecimento, entre 21h00 e 6h00;

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Segurança