Vítimas do serial killer de Brasília foram filmadas nuas e rezaram sob mira de arma

Lázaro Barbosa continua foragido, apesar de todo esforço policial para capturar o já conhecido serial killer de Brasília

O “maníaco de Brasília” continua solto, apesar de todos os esforços despendidos para capturá-lo. Lázaro Barbosa ganhou fama nacional nos últimos dias, o matuto que parece estar em surto, assassinando famílias e estuprando mulheres, driblando a perseguição da polícia. Apesar de deixar rastros dos estragos que fez até agora, já são nove dias de fuga.

Serial Killer do Distrito Federal escapa de certo há vários dias – Foto: ReproduçãoSerial Killer do Distrito Federal escapa de certo há vários dias – Foto: Reprodução

As forças de segurança não medem esforços para tentar encontrar Lázaro, de 32 anos, o serial killer do Distrito Federal. Mais de 200 policiais civis, militares e federais que estão mobilizados com helicópteros, cães de faro e drones. Nesse rastro, as práticas do assassino ficam cada vez mais conhecidas. Uso de luvas, pedidos de oração, pregação da “palavra de Deus” e filmagem das vítimas sem roupa. Foi assim, por exemplo, que ele realizou o primeiro assalto no entorno do Distrito Federal.

Chacina

Depois viria a cruel chacina de uma mesma família, justamente o fato que o projetou da pior maneira em todo o Brasil.

Também conhecido como Índio, Lázaro entrou numa chácara em Ceilândia. a 20 quilômetros de Brasília, fazendo refém toda uma família. Despiu as vítimas, fez vídeos, roubou relógios, celulares e R$ 90. Foram cinco horas de terror para a família. Nesse período, ordenou que se ajoelhassem e rezassem o Pai Nosso. Para “motivar”, uma arma apontada para eles.

Exigiu ainda que fizessem comida para ele e ordenou que uma das vítimas bebesse um vinho que estava na geladeira. Nos depoimentos, afirmações sobre o caráter aparentemente instruído do assassino. Tinha fluência e parecia uma “pessoa estudada”. Fato é que, em determinado momento, Lázaro afirmou que havia recebido ordens de que teria que “levar a cabeça de alguém”.

Um rastro de crimes (veja lista abaixo)

Em Edilândia, na noite de segunda-feira (14), um caseiro de uma fazenda disse que trocou tiros com Lázaro. Uma foto divulgada pela polícia mostra a janela da fazenda com quatro marcas de tiros que teria sido provocadas pelo criminoso.

Em vídeo, o caseiro relata para policiais que chegou a dialogar com Lázaro. Ele diz que reagiu aos disparos do criminoso, que fugiu de volta para o mato. Na imagem, quando o céu fica claro por conta de um relâmpago, aparece uma sombra no telhado da casa. Algumas pessoas comentaram que poderia ser o assassino escondido no local.

Terça-feira

Imagens de câmeras de segurança mostram uma fazenda onde Lázaro foi encontrado dormindo por um fazendeiro e seu caseiro, na cidade de Cocalzinho, em Goiás, no início da manhã desta terça-feira (15), pouco depois das 6h.

“Não quero te machucar, apenas quero comida”, disse ele ao caseiro. Em seguida, o dono da fazenda voltou para dentro da casa e, acreditando que o homem poderia pegar uma arma, Lázaro fugiu. Ele usava uma mochila. No fim da manhã de terça-feira, ele foi visto por populares em uma fazenda. Um vídeo feito por uma mulher mostra o desespero de quem acabou de dar de cara com o assassino em série. Ela orienta os policiais mostrando a direção em que Lázaro teria fugido para o meio da mata.

Ainda na terça-feira, dois policiais militares de Goiás foram baleados durante buscas do suspeito. O delegado diz que Lázaro fez um casal e um adolescente reféns em Edelândia. Uma parente da família relatou os momentos de pânico(ouça na gravação abaixo).

Outros crimes de Lázaro 

  • 26 de abril de 2021: Lázaro invadiu uma casa no Sol Nascente/DF, quando trancou pai e filho no quarto e levou a mulher para um matagal e a estuprou.
  • 17 de maio de 2021: Ele fez uma família refém na mesma região, ameaçando os moradores com faca e arma de fogo. Nesse crime, ele mandou as pessoas ficarem nuas e, das 19h até meia-noite, prendeu os homens no quarto e as mulheres tiveram que cozinhar e servir um jantar para ele.
  • 9 de junho de 2021: Lázaro invadiu uma chácara no Incra 9, em Ceilândia (DF), onde matou a tiros e a facadas um casal e dois filhos.
  • 9 de junho de 2021: Roubou uma chácara em Ceilândia após o assassinato da família. Ele teria rendido o caseiro, o dono da propriedade e a filha dele.
  • 12 de junho de 2021: Lázaro fugiu para Cocalzinho de Goiás logo em seguida. Ele atirou em quatro pessoas, invadiu fazendas e colocou fogo em uma casa ao fugir da polícia. Os feridos foram levados a hospitais da região, sendo que dois estavam em estado grave até a terça-feira (15).
  • 13 de junho de 2021: Furtou um carro e o abandonou na BR-070 após avistar uma barreira policial, dando sequência à fuga para uma mata.
+

Segurança

Loading...