Catarinenses dominam modalidade park na etapa decisiva do circuito nacional de skate

Skatistas do Rio Tavares, Pedro Barros e Yndiara Asp venceram competição disputada na Barra da Tijuca

O skate catarinense dominou a modalidade Park do STU Open, etapa final do Circuito Brasileiro de Skate encerrada neste domingo (18) na Praça do Ó, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Na pista desenhada pelo presidente da CBSk (Confederação Brasileira de Skate), Bob Burnquist, Pedro Barros  e Yndiara Asp  garantiram o primeiro lugar das categorias masculino e feminino, respectivamente.

Manezinho Pedro Barros foi seis vezes campeão dos X-Games - Flávio Tin/ND
Manezinho Pedro Barros foi seis vezes campeão dos X-Games – Flávio Tin/ND

As meninas foram as primeiras a entrar na pista neste domingo para a final que reuniu as oito melhores da etapa. Skatista do Rio Tavares e melhor classificada para a final, Yndiara não desperdiçou as três voltas e com 81,00 na melhor apresentação garantiu mais um título para a carreira, seguida pela amiga e companheira de treinos, Isadora Pacheco, de apenas 13 anos, com 73,33. A paulista Dora Varella, 17 anos, completou o pódio com 68,67 pontos.

No masculino, o público viu outro show do campeão mundial Pedro Barros, que desta vez nem precisou da última volta para impressionar os juízes com sua combinação de velocidade com manobras aéreas. O catarinense marcou 87,67 para superar Pedro Quintas, o segundo colocado, com 78,67, e Luiz Francisco, com 75,00. Outro catarinense na final, Pedro Carvalho, 13 anos, ficou em sétimo, a frente do americano Alex Sorgente, bicampeão mundial de bowl.

“Muito bom vencer, ainda mais que eu já tinha alcançado meu objetivo esse ano que era o título mundial na China”, declarou Pedro, que vai capitanear a Seleção Brasileira de Skate, formada pelos três primeiros colocados em cada modalidade (Park e Street). A vaga na seleção não garante a classificação para Tóquio 2020, mas assegura aos skatistas apoio técnico, financeiro e estrutural da CBSk no período de qualificação.

A corrida olímpica vai funcionar durante duas janelas. A primeira será de 1º de janeiro a 15 de setembro e contarão as três maiores pontuações em torneios nacionais, continentais e mundiais. Na segunda janela, de 16 de setembro a 31 de maio de 2020, valerão as seis melhores pontuações. Essas nove melhores pontuações formam o ranking olímpico, e cada país pode ter, ao todo, três atletas por categoria e naipe. Ou seja, o Brasil, por exemplo, poderá classificar até 12 skatistas.

Resultados STU Open – Barra da Tijuca (RJ)

Park – Masculino

1º Pedro Barros (SC)

2º Pedro Quintas (SP)

3º Luiz Francisco (SP)

 Park – Feminino

1ª Yndiara Asp (SC)

2ª Isadora Pacheco (SC)

3ª Dora Varella (SP)

+

Skate