Conheça os representantes de Florianópolis nas Olimpíadas de Tóquio

Capital contará com fortes nomes que despontam entre os candidatos na disputa de medalhas na competição

A delegação brasileira contará com quatro atletas de Florianópolis nos Jogos Olímpicos de Tóquio, que começará no fim de julho. Por conta disso, o ND+ apresenta quem serão os representantes da Ilha de Santa Catarina na competição.

Beatriz Linhares – Ginástica rítmica

Entre eles, está a ginasta Beatriz Linhares, que estará na equipe de ginástica rítmica, modalidade que pratica desde os nove anos de idade, na ADIEE (Associação Desportiva Instituto Estadual de Educação), na Capital.

Ela garantiu a vaga para Tóquio após conquistar medalha de ouro no Pan-Americano, em Lima, no Peru. Além de Beatriz Linhares, a equipe brasileira de ginástica é composto por Bárbara Galvão, Deborah Medrado, Duda Aramaki, Geovana Santos e Gabrielle Moraes.

Beatriz Linhares com o uniforme da ginástica do BrasilBeatriz Linhares estará na delegação de ginástica rítmica – Foto: Instagram/Reprodução/ND

Em conversa para o SC no Ar, Bia Linhares contou como vem sendo os preparativos para as Olimpíadas. “Eu penso sempre em dar o meu melhor. A gente treina muito, então a gente tá muito bem preparada para estar ali e eu confio muito no nosso trabalho. A gente vem treinando e se preparando para isso, para esse momento”, contou Beatriz.

Pedro Barros – Skate

Considerado uma das principais estrelas nacionais da modalidade Pedro Barros, de 26 anos, acumula diversos prêmios individuais. Entre eles, ganhou seis medalhas de ouro no X Games, ouro no World Skateboarding Championship, e, em 2018, foi eleito o melhor skatista no Prêmio Brasil Olímpico. 

A fama de Pedrinho, como é conhecido, é tamanha que já foi comparado aos lendários Sandro Dias e Bob Burnquist. O Manezinho da Ilha conquistou a vaga para Tóquio ao lado de Luiz Francisco.

Isadora Pacheco – Skate

A Manezinha de apenas 16 anos vai com moral para Tóquio. Apesar da pouca idade, Isadora Pacheco é campeã brasileira no Skate Park.

O amor pelo esporte vem desde os cinco anos, quando ganhou o primeiro skate do pai. Quatro anos depois, ela já estava participando do Circuito Brasileiro de Skate na modalidade Bowl/Skate Park. Logo com 11 anos ela já estava disputava o Circuito Mundial.

Em entrevista ao Balanço Geral de Florianópolis, Isadora Pacheco, 10ª colocada no ranking da Word Skate, contou como está a preparação para Tóquio.

“Eu estou nessa rotina de treinar para as Olimpíadas desde os meus 13 anos, que foi quando eu entrei para a seleção brasileira de skate”, completa.

Isadora Pacheco em manobra de skateIsadora Pacheco aparece como forte candidata para levar medalha na competição – Foto: Instagram/Reprodução/ND

Yndiara Asp – Skate

Mais uma vez, Florianópolis contará com um forte nome na busca por medalhas na competição. O nome da vez é Yndiara Asp, de 22 anos, que fará sua estreia na competição e é um dos principais nomes deste esporte radical no Brasil.

Yndiara Asp sorri para fotoYndiara Asp já é uma realidade do skate brasileiro – Foto: Instagram/Reprodução/ND

Assim como os demais membros, Yndiara começou cedo no esporte. Aos 15 anos, ela disputou sua primeira competição, na inauguração de uma pista de um amigo da escola. Com apenas três meses de skate, venceu seu primeiro campeonato, o Tigela Sk8club.

Em 2016, encarou seu primeiro Vans Park Series, tendo ficado entre as 10 melhores do mundo. Na final, disputada na Suécia, ficou em sexto no ranking mundial. A skatista contou ao ND+ sobre a experiência do primeiro campeonato fora do Brasil.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Skate

Loading...