Kelvin Hoefler faz história e conquista a primeira medalha do Brasil em Tóquio

Vem do skate, em sua primeira edição como modalidade olímpica, a medalha de prata para o Brasil

Jogos Olímpicos, basicamente, é contar história. Kelvin Hoefler, paulistano, 27 anos, tem bastante para escrever nessa edição dos Jogos Olímpicos.

No primeiro ano do skate como desporte olímpico, o brasileiro esbanjou regularidade e ficou com a segunda posição na modalidade street.

Kelvin Hoefler conquista a medalha de prata, a primeira medalha brasileira dos Jogos Olímpicos – Foto: Jonne Roriz/COBKelvin Hoefler conquista a medalha de prata, a primeira medalha brasileira dos Jogos Olímpicos – Foto: Jonne Roriz/COB

O paulista conquistou a prata no street masculino ao somar 36,15 na grande final, ficando atrás apenas do japonês Yuto Horigomi, que somou 37,18. O americano Jagger Eaton completou o pódio com uma nota geral de 35,35.

Kelvin foi o quinto a entrar na pista. Sua primeira volta foi quase perfeita, sem quedas e com switches, slides e giros difíceis. Único a não cair, ele recebeu 8,98, melhor nota da primeira volta, assumindo a liderança.

Neste domingo – segunda-feira no Japão – será a vez das mulheres entrarem na pista. Será que vem mais medalha por aí?

A participação

Kelvin Hoefler fez uma grande primeira volta de 45 segundos. O brasileiro não cometeu erros, arrancou aplausos das pessoas que acompanhavam a disputa e recebeu a nota 8,98, a maior da rodada inicial.

Na segunda volta, Hoefler manteve o nível da sua primeira apresentação e conseguiu mais uma bela nota: 8,94. Por mais que os estadunidenses Jagger Eaton e Nyjah Huston tenham feito boas voltas, o brasileiro seguiu com uma vantagem de pouco mais de cinco décimos.

Kelvin Hoefler é o brasileiro que escreve seu nome na história: primeira medalha brasileira dos jogos e a primeira medalha do skate como esporte olímpico – Foto: Jonne Roriz/COB/divulgaçãoKelvin Hoefler é o brasileiro que escreve seu nome na história: primeira medalha brasileira dos jogos e a primeira medalha do skate como esporte olímpico – Foto: Jonne Roriz/COB/divulgação

Na primeira tentativa de manobra, Hoefler foi novamente preciso e recebeu a nota 8,99. Na segunda, no entanto, o brasileiro cometeu o seu primeiro erro na prova, zerando. Neste momento, o atleta possuía uma vantagem de sete décimos para o segundo colocado.

Em sua terceira tentativa, Hoefler cometeu um novo equívoco e zerou pela segunda vez consecutiva. Como Eaton emplacou uma boa manobra, assumiu a primeira colocação geral. Na quarta, o brasileiro não caiu, porém tocou com a mão no chão e teve descontos, somando 7,58 pontos.

Na última manobra, Kelvin emplacou uma manobra espetacular e somou 9,34 pontos, assumindo a segunda colocação. Eaton foi para a sua última tentativa e caiu, zerando e garantindo a medalha de prata para Kelvin Holfler, com 36,15 pontos no total.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Skate

Loading...