Mancha

marcelo.cabral@ndtv.com.br O melhor dos esportes de ação, olímpicos, artes-marciais e modalidades não convencionais, com o olhar diferente e multicultural de Marcelo Mancha. Se deixar ele coloca um som para embalar as notícias e dar movimento aos atletas que brilham no Brasil e no Mundo! Aqui o esporte tem espaço. Só vem!


VÍDEO: Santiago Muniz e Tainá Hinckel vencem QS de surf na Ferrugem

"Argentino" e catarinense foram os campeões do Circuito Banco do Brasil de Surfe na Praia da Ferrugem

A catarinense Tainá Hinckel e o “argentino/catarina” Santiago Muniz, foram os grandes vencedores da primeira etapa do Circuito Banco do Brasil de Surfe que terminou neste domingo (24/04) nas ondas da Praia da Ferrugem, em Garopaba, Santa Catarina.

A dupla conquistou sua primeira vitória em etapas do World Surf League (WSL) Qualifying Series. A decisão feminina foi entre duas catarinenses da nova geração, Tainá de 18 anos e Isabelle Nalu de apenas 15 anos. Já a masculina foi entre surfistas experientes, com Santiago, 29 anos, vencendo o bicampeão brasileiro Messias Felix, 36 anos.

A próxima etapa do Circuito é no Nordeste, de 12 a 15 de maio na Praia de Stella Maris, em Salvador, capital da Bahia. E a terceira e última etapa, vai rolar de 25 a 28 de agosto na Praia de Itamambuca, em Ubatuba, no litoral norte de São Paulo.

Quem ficar em primeiro lugar na categoria Masculina e na Feminina, ganha o convite para participar da única etapa do Challenger Series na América Latina esse ano, o Corona Saquarema Pro apresentado pelo Banco do Brasil em novembro, valendo vagas na Elite do Surf Mundial.

A Praia da Ferrugem recebeu um bom público para as finais do Circuito Banco do Brasil de Surfe. – Foto: smorigo/NDA Praia da Ferrugem recebeu um bom público para as finais do Circuito Banco do Brasil de Surfe. – Foto: smorigo/ND

Caso for alguém que já compete na divisão de acesso para o CT, o convite fica para o próximo colocado no ranking das 3 etapas. Como é o caso de Santiago Muniz, no momento, que já está no Challenger Series e a vaga iria para Messias Felix.

Na categoria feminina, Tainá Hinckel começa na frente, com Isabelle Nalu em segundo lugar.

“Estou muito feliz por vencer meu primeiro QS. Este lugar é especial para mim, já venci outros eventos aqui e estou muito feliz por conseguir soltar o meu surfe nesse campeonato. Quero agradecer minha família, que nunca deixou de acreditar em mim e vamos com tudo, porque tem muita coisa por vir ainda” – falou a campeã Tainá Hinckel.

Surf no DNA: A surfista Tainá Hinckel é natural da Guarda do Embaú e filha do shapper Carlos Kxot – Foto: smorigo/NDSurf no DNA: A surfista Tainá Hinckel é natural da Guarda do Embaú e filha do shapper Carlos Kxot – Foto: smorigo/ND

Na primeira decisão de etapas do QS das suas carreiras, Isabelle Nalu pega uma onda melhor para começar na frente com nota 3,83.

Tainá Hinckel logo mostra a força do seu backside também em outra esquerda boa, a onda depois vira pra direita e ela seguiu atacando até explodir a junção. Os juízes deram nota 7,33.

Nalu pegou mais uma esquerda, que arma a parede para manobrar no outside e entrar na briga do título com nota 6,83.

No entanto, Tainá escolheu outra esquerda boa e ataca todo espaço da onda, com fortes batidas e rasgadas de backside do início ao fim. Ela recebe 7,17 e ainda surfa muito bem outra onda, para sacramentar sua primeira vitória com nota 7,67.

Vice-campeã na Ferrugem: Isabelle Nalu representa a nova geração do surf catarinense – Foto: smorigo/NDVice-campeã na Ferrugem: Isabelle Nalu representa a nova geração do surf catarinense – Foto: smorigo/ND

Decisão Masculina

Assim como as finalistas da primeira decisão feminina do Circuito Banco do Brasil de Surfe, Santiago Muniz também buscava a sua primeira vitória no WSL Qualifying Series.

Ele chegou nas semifinais pela terceira vez seguida, em todas as etapas que participou nas últimas semanas. Em Garopaba, foi a primeira vez que avançou para a final, passando por outro experiente surfista do Ceará que mora em Santa Catarina, Heitor Alves, 40 anos.

Na decisão do título, Santiago já largou na frente, surfando muito bem sua primeira onda, que valeu nota 7,50. Messias Felix demora mais e escolhe uma esquerda, inicia com um rasgadão jogando água, faz mais um, outro cutback e finaliza no inside com mais três batidas até a junção.

O número 1 da Ferrugem: Santiago Muniz fatura título e é o novo líder do ranking WSL Latin America – Foto: smorigo/NDO número 1 da Ferrugem: Santiago Muniz fatura título e é o novo líder do ranking WSL Latin America – Foto: smorigo/ND

Os juízes dão 6,83 e a disputa pelo título fica aberta. Só que, depois não entraram mais ondas boas para mudar o resultado e Santiago Muniz ganhou o primeiro troféu de campeão do Circuito Banco do Brasil de Surfe em Garopaba, por 13,17 a 10,90 pontos.

“Estou bem feliz de conseguir esse resultado aqui, porque a Ferrugem é um lugar que a gente vem desde pequenininho, dos tempos de circuito catarinense amador, então fico amarradão. Hoje foi um dia muito bom, mas amanhã já continuamos na batalha” – revelou o campeão da etapa Santiago Muniz.

Foi a primeira vitória do argentino em etapas do QS e agora lidera os rankings do Banco do Brasil e da WSL Latin America. Essa foi a segunda vitória seguida da família nesse início da temporada 2022/2023 da World Surf League Latin America.

Seu irmão, Alejo Muniz, ganhou a primeira, sábado passado na Argentina. Com a vitória no Circuito Banco do Brasil de Surfe, Santiago Muniz tirou o seu irmão da primeira posição no ranking sul-americano.

Pode comemorar: Tainá Hinckel e Santiago Muniz somam pontos importantes n50o ranking WSL Latin America – Foto: smorigo/NDPode comemorar: Tainá Hinckel e Santiago Muniz somam pontos importantes n50o ranking WSL Latin America – Foto: smorigo/ND

RESULTADOS DO DOMINGO NO CIRCUITO BANCO DO BRASIL DE SURFE:

DECISÃO DO TÍTULO FEMININO:

Campeã: Taina Hinckel (BRA) por 15,00 pts (7,67+7,33) – US$ 2.000 e 1.000 pts

Vice-campeã: Isabelle Nalu (BRA) com 11,43 pts (6,83+4,60) – US$ 900 e 800 pts

DECISÃO DO TÍTULO MASCULINO:

Campeão: Santiago Muniz (ARG) por 13,17 pts (7,50+5,67) – US$ 2.000 e 1.000 pts

Vice-campeão: Messias Felix (BRA) com 10,90 pts (6,83+4,07) – US$ 900 e 800 pts

TOP-5 DO RANKING DO CIRCUITO BANCO DO BRASIL:

01: Santiago Muniz (ARG) – 1.000 pontos

02: Messias Felix (BRA) – 800

03: Leo Casal (BRA) – 650

03: Heitor Alves (BRA) – 650

05: Edgard Groggia (BRA) – 500

05: Weslley Dantas (BRA) – 500

05: Gabriel Klaussner (BRA) – 500

05: Felipe Ximenes (BRA) – 500

TOP-5 DO RANKING DO CIRCUITO BANCO DO BRASIL:

01: Taina Hinckel (BRA) – 1.000 pontos

02: Isabelle Nalu (BRA) – 800

03: Daniella Rosas (PER) – 650

03: Silvana Lima (BRA) – 650

05: Laura Raupp (BRA) – 500

05: Melanie Giunta (PER) – 500

05: Julia Santos (BRA) – 500

05: Juliana Meneguel (BRA) – 500

TOP-10 DO RANKING 2022/2023 DA WSL LATIN AMERICA – 2 etapas:

01: Santiago Muniz (ARG) – 1.650 pontos

02: Leo Casal (BRA) – 1.150

03: Alejo Muniz (BRA) – 1.000

04: Alonso Correa (PER) – 800

04: Messias Felix (BRA) – 800

06: Gabriel André (BRA) – 716

07: Heitor Mueller (BRA) – 700

08: Heitor Alves (BRA) – 650

09: Lucas Vicente (BRA) – 566

10: Weslley Dantas (BRA) – 500

10: Edgard Groggia (BRA) – 500

10: Luan Carvalho (BRA) – 500

10: Gabriel Klaussner (BRA) – 500

10: Noel De La Torre (CHL) – 500

10: Felipe Ximenes (BRA) – 500

TOP-10 DO RANKING 2022/2023 DA WSL LATIN AMERICA – 2 etapas:

01: Daniella Rosas (PER) – 1.650 pontos

02: Taina Hinckel (BRA) – 1.500

03: Melanie Giunta (PER) – 1.000

04: Arena Rodriguez (PER) – 950

05: Kiany Hyakutake (BRA) – 945

06: Dominic Barona (ECU) – 850

06: Karol Ribeiro (BRA) – 850

08: Isabelle Nalu (BRA) – 800

09: Yanca Costa (BRA) – 795

10: Silvana Lima (BRA) – 650

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...