VÍDEO: Silvana Lima é eliminada do QS de Florianópolis: ‘Levar de aprendizado’

Surfista olímpica foi semifinalista na última edição do Qualifyng Series, mas não foi bem no início da bateria da edição de 2021

A experiente surfista Silvana Lima se despediu cedo do Qualifyng Series na Praia Mole, em Florianópolis, ficando apenas na 3ª colocação da bateria cinco nesta terça-feira (11).

Silvana Lima conta como foi a sua participação no QS da WSL na Praia Mole, em Florianópolis – Foto: Marcos Jordão/NDSilvana Lima conta como foi a sua participação no QS da WSL na Praia Mole, em Florianópolis – Foto: Marcos Jordão/ND

Uma das representantes do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, Silvana não passou de 2,10 pontos nas primeiras tentativas, mas ainda conseguiu somar 6,20 nas duas últimas.

“Infelizmente, não consegui passar e o mar está bem difícil. Porém, o importante é competir, se divertir e levar de aprendizado”, detalha Silvana Lima.

As duas surfistas que passaram na bateria foram Monik Santos (8,97) e Karol Ribeiro (7,77). Além delas, Yasmin Dias completou a bateria com 5,7 pontos.

No QS de 2010, a surfista cearense ficou na semifinal. Apesar disso, a duas vezes vice-campeã do mundo foi a 1 colocada no Billabong Ladies Pro no Costão do Santinho, em Florianópolis, em 2008. “Dessa vez a Praia Mole não me trouxe a sorte de pegar boas ondas”, finaliza Silvana Lima.

A abertura do QS 1000 feminino conta com 32 participantes e estão divididas em oito baterias. As duas melhores em cada, avançam para a segunda rodada.

Veja o que disse Silvana Lima após a bateria:

Silvana Lima conta como foi a sua participação no QS da WSL na Praia Mole, em Florianópolis – Vídeo: Marcos Jordão/ND

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Surfe

Loading...