5 dicas para tirar boas fotos noturnas com o celular

Fazer fotos noturnas com o smartphone não é uma tarefa simples. É comum que as imagens fiquem escuras, tremidas ou sem definição. Isso ocorre porque a maioria dos sensores dos celulares não conseguem capturar quantidade de luz suficiente para deixar o clique com boas exposição e nitidez. No entanto, existem alguns truques para conseguir os registros. O fotógrafo internacional Lineker Pires elenca as principais dicas. Confira!

Leia mais:
Veja dicas para tirar lindas fotos dentro de casa
Conheça a trajetória e as promessas da fotografia digital
5 apps de edição de fotos queridinhos dos influenciadores

1. Use o modo HDR

Se seu smartphone conta com o modo HDR, use-o sempre que for capturar fotos noturnas. Cada modelo de celular possui um padrão para ligar essa ferramenta, mas geralmente existe um ícone escrito HDR quando se abre a câmera.

“Essa função ajuda a obter imagens com um balanço de cores mais elevado. Por outro lado, aumenta a sensibilidade da câmera. Por essa razão, recomendo sempre manter o aparelho estável na hora do clique. De preferência, com o apoio de um tripé”, diz Lineker.

2. Invista em estabilidade

Essa é uma dica que vale para qualquer tipo de captura: evite ao máximo tremer as mãos durante o disparo. “Muitas pessoas, quando fotografam à noite, possuem a tendência de segurar o celular da mesma forma como se fosse para fazer uma imagem de dia. Mas o resultado fica bem diferente. Portanto, tente não se movimentar ou oscilar muito no momento do clique”, aconselha o especialista.

Se não tiver um tripé ou minitripé, o jeito é segurar o aparelho de maneira firme. Se necessário, apoie a mão que segura o celular em uma mesa, parede ou balcão. “Para isso, em vez de segurar a câmera com os braços esticados, deixe-os rentes ao corpo e apoie os cotovelos na cintura. Mantenha as pernas levemente abertas para ajudar no equilíbrio. Assim, você garante fotos supernítidas.”

3. Utilize o flash com moderação

O flash é uma ótima opção para fazer fotos noturnas ou em ambientes com pouca luz. Contudo, o alcance da luz é bem limitado, de poucos metros. “É um recurso que funciona apenas quando o elemento principal a ser registrado está no primeiro plano e todo o resto não importa tanto na imagem. Isso porque tudo que está à frente tende a ficar iluminado e o fundo, por sua vez, fica escuro. Um tipo de foto que não combina com flash, por exemplo, é a de paisagem”, afirma Lineker.

Uma alternativa melhor é ligar a lanterna do smartphone. “Se o seu celular não permite ativar a lanterna enquanto usa a câmera, peça a um amigo para acionar a lanterna do telefone dele em direção ao que você deseja fotografar”, ensina o profissional.

4. Tome cuidado com o zoom

A maioria das câmeras de smartphone conta com o zoom digital. Porém, diferentemente do zoom óptico, esse tipo não funciona muito bem em fotos noturnas, pois costuma deixar as imagens borradas ou granuladas. “Como a sensibilidade da lente aumenta ainda mais, torna-se difícil manusear o aparelho sem que a captura perca a qualidade. Em vez de optar pelo zoom, prefira sempre se aproximar do objeto que você pretende fotografar”, recomenda Lineker.

5. Explore os recursos do seu celular

Mesmo sabendo de vários truques, também é essencial conhecer os recursos e possibilidades da câmera do seu smartphone. “Alguns aparelhos oferecem o modo Noturno, desenvolvido especificamente para fotos noturnas. Isso vai melhorar bastante o resultado. Veja também se o seu telefone permite fotografar em formato RAW. Chamado de imagem crua, esse tipo de arquivo permite que imagens com iluminação ruim possam ser clareadas por meio de editores ou aplicativos de correção”, conclui Lineker.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Loading...