EUA devem acusar hackers chineses de atacar provedores de serviços de tecnologia

As acusações devem causar mais tensão nas relações entre Washington e Pequim

Promotores federais dos Estados Unidos devem publicar acusações criminais talvez já na próxima semana contra hackers ligados ao governo da China. Os suspeitos teriam suposto envolvimento com um sofisticado e longevo esquema para invadir códigos de provedoras de serviço de tecnologia aos EUA a fim de proteger as redes de seus clientes, de acordo com fontes ligadas ao assunto.

Agentes americanos descrevem a campanha de hackers como uma das mais audaciosas e deletérias orquestradas pela China até agora, voltada a roubar propriedade intelectual e apoiar os objetivos de espionagem de Pequim. Os ataques permitiram que potenciais invasores acessem várias companhias americanas e agências do governo dependentes de fornecedores de serviços para uma série de tarefas digitais.

As acusações devem causar mais tensão nas relações entre Washington e Pequim, já abaladas pela prisão há alguns dias no Canadá de uma graduada executiva da companhia chinesa de telecomunicações Huawei, a pedido de autoridades americanas. O caso da Huawei não tem relação com as acusações de uso de hackers.

O Departamento de Justiça não quis comentar o caso. Fonte: Dow Jones Newswires.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Tecnologia

Loading...

EUA devem acusar hackers chineses de atacar provedores de serviços de tecnologia

Promotores federais dos Estados Unidos devem publicar acusações criminais talvez já na próxima semana contra hackers ligados ao governo da China. Os suspeitos teriam suposto envolvimento com um sofisticado e longevo esquema para invadir códigos de provedoras de serviço de tecnologia aos EUA a fim de proteger as redes de seus clientes, de acordo com fontes ligadas ao assunto.

Agentes americanos descrevem a campanha de hackers como uma das mais audaciosas e deletérias orquestradas pela China até agora, voltada a roubar propriedade intelectual e apoiar os objetivos de espionagem de Pequim. Os ataques permitiram que potenciais invasores acessem várias companhias americanas e agências do governo dependentes de fornecedores de serviços para uma série de tarefas digitais.

As acusações devem causar mais tensão nas relações entre Washington e Pequim, já abaladas pela prisão há alguns dias no Canadá de uma graduada executiva da companhia chinesa de telecomunicações Huawei, a pedido de autoridades americanas. O caso da Huawei não tem relação com as acusações de uso de hackers.

O Departamento de Justiça não quis comentar o caso. Fonte: Dow Jones Newswires.

+

Notícias

Loading...