33 Giga

Blog de tecnologia com serviços e notícias quentes da área. Dicas, tutoriais, testes e muito mais, de forma simples e descomplicada.


EUA não encontra evidências de que OVNIs captados em vídeos eram alienígenas

Pentágono confirmou que não sabe o que é este objeto voadorPentágono confirmou que não sabe o que é este objeto voador

Entre abril e maio desta ano, o Pentágono confirmou a veracidade de OVNIs captados em vídeos pela Marinha norte-americana. Dois conteúdos foram compartilhados via Twitter pelo documentarista e ufólogo Jeremy Corbell. À época, uma porta-voz do departamento afirmou que a Força-Tarefa de Fenômenos Aéreos Não Identificados (UAP) estava investigando os casos.

Nesta quinta-feira (3), a história ganhou um novo capítulo. O jornal The New York Times apontou que os funcionários da inteligência norte-americana não encontraram evidências de que os OVNIs captados em vídeos são espaçonaves alienígenas. Mesmo assim, eles não conseguiram explicar os movimentos incomuns que os objetos realizam no céu.

Leia mais:
15 documentários para quem adora alienígenas
Travis Walton: o caso de abdução mais famoso da história
10 músicas que fazem referência a extraterrestres e ao espaço

Para este movimento e a velocidade dos OVNIs captados em vídeos, os especialistas apontam algumas possíveis explicações. A ideia de que os objetos podem ser balões meteorológicos se aplica a alguns casos. Em outros, os funcionários da inteligência norte-americana dizem ser uma tecnologia experimental proveniente da Rússia ou da China.

As informações divulgadas pelo The New York Times foram retiradas de um relatório secreto elaborado pelo governo dos Estados Unidos. O conteúdo analisou mais de 120 incidentes envolvendo OVNIs nas últimas duas décadas. As imagens foram capturadas pela Marinha norte-americana e também por militares estrangeiros. Parte da investigação será divulgada ao público em 25 de junho. Um anexo, no entanto, permanecerá em sigilo.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga