33 Giga

Blog de tecnologia com serviços e notícias quentes da área. Dicas, tutoriais, testes e muito mais, de forma simples e descomplicada.


Línguas indígenas já podem ser usadas em smartphones da Motorola

Línguas indígenas já podem ser usadas em smartphones da Motorola - Divulgação/MotorolaLínguas indígenas já podem ser usadas em smartphones da Motorola - Divulgação/Motorola

A Motorola anunciou recentemente a inclusão de dois idiomas indígenas em seus smartphones. Agora, qualquer pessoa que tenha um dispositivo da marca atualizado com o Android 11 poderá acessar as línguas Kaingang, falada no Sul e Sudeste do Brasil, e Nheengatu, falada na Amazônia, Colômbia e Venezuela.

Leia mais:
Rastreamento e tecnologia ajudam a reflorestar Mata Atlântica
Do alto valiriano ao latim: 10 línguas diferentes para aprender de graça via app

A iniciativa surgiu após a Motorola perceber que nenhuma das línguas indígenas faladas na América Latina estavam presentes no Android, mesmo com as populações interagindo cada dia mais com a tecnologia móvel. Isso sem contar que elas não faziam parte do padrão de codificação de caracteres universal, o Unicode, que compõe os fundamentos para inclusão e representação digital em uma variedade de interfaces digitais.

Assim sendo, a Motorola decidiu adaptar primeiramente as línguas Kaingang e Nheengatu, mas já estão sendo feitas pesquisas em outras populações indígenas. Para esse primeiro projeto, a marca atuou em parceria com o professor e especialista Wilmar da Rocha D’Angelis, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), e representantes de cada uma das comunidades.

Vale destacar também que a Motorola segue trabalhando junto com o Google para disponibilizar essas línguas em AOSP e Google Gboard. E ainda atua em parceria com o Consórcio Unicode, para assegurar que todos os dados das línguas coletados sejam de fonte aberta.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga