33 Giga

Blog de tecnologia com serviços e notícias quentes da área. Dicas, tutoriais, testes e muito mais, de forma simples e descomplicada.


PIX: como usar o sistema de pagamento com seus clientes

PIX: como usar o sistema de pagamento com seus clientes - PIX: como usar o sistema de pagamento com seus clientes -

A forma como usar o PIX para permitir pagamentos de seus clientes pode fazer diferença em seu negócio. Isso porque o sistema garante transferências em tempo real e tem disponibilidade 24 horas por dia, em todos os dias da semana.

Leia mais:
Qual o melhor antivírus para computadores Windows e Mac?
Conheça as categorias de sites mais perigosas para se navegar

Desde que o meio de pagamento foi lançado, MEIs e PMEs estão aprendendo como usar o PIX em diversos aspectos  como no controle do fluxo de caixa. Ele vai além de um mero sistema de transferências.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

“No final do dia, o dono do estabelecimento tem condições de ver quanto tem na conta bancária. Como os recursos são transferidos em poucos segundos, o empreendedor consegue ter mais controle do cenário financeiro da empresa diariamente”, explica Cristina Araújo, analista de Capitalização e Serviços Financeiros do Sebrae.

De acordo com ela, os benefícios do Pix contribuem diretamente para a tomada de melhores decisões para o negócio. “É importante que as empresas criem, inclusive, promoções e campanhas com o intuito de estimular os clientes a pagarem com o Pix”, acrescenta.

Para Cristina Araújo, torna-se indispensável que as MPE pesquisem as melhores tarifas e condições do serviço junto as Instituições Financeiras participantes. “O próximo passo, para começarem a receber com o Pix, é escolher o prestador de serviço de pagamento e, logo após, fazer a integração com sistemas de automação, caso possua; e, depois, é só começar a receber com o Pix”.

Como usar o PIX em PMEs

Na prática, como usar o Pix é simples: ele funciona a partir de uma conta corrente, conta poupança ou conta de pagamento pré-paga. O modelo facilita a transferência de valores entre pessoas, o pagamento de contas e o recolhimento de impostos e taxas de serviços.

Para usar o sistema de pagamento, é essencial que o pagador e o recebedor possuam uma conta em banco, fintech ou instituição de pagamento. Também é necessário ter um aparelho celular em mãos ou computador para acessar o aplicativo ou internet banking do seu banco.

As transações via Pix podem ser feitas por meio da chave Pix, QR Code ou Chave Aleatória.

Confira cinco benefícios do Pix para as MPE:

  1. Velocidade de disponibilização dos recursos na conta do recebedor: os recursos são creditados em até 10 segundos, em 99% das transações.
  2. Custo baixo: fazer um Pix para pessoas físicas sempre é gratuito.
  3. Disponibilidade: o Pix pode ser feito 24 horas por dia, em todos os dias do ano, incluindo sábados, domingos e feriados.
  4. Multiplicidade de casos de uso: o Pix atende a todo e qualquer pagamento ou transferência feita hoje no Brasil, incluindo transferências entre pessoas, entre empresas, quitação de faturas e pagamentos ao governo.
  5. Conveniência: o Pix pode ser usado com cadastramento de chave de número de aparelho celular, CPF ou leitura de um QR Code.

Para saber mais sobre o PIX, acesse o canal do Sebrae no YouTube.