Polo de tecnologia impulsiona aluguel de imóveis na capital

Empresas de tecnologia que firmam parceria com imobiliária têm processo simplificado na locação de imóvel

Iniciativa Implantada pela Imobiliária pretende desburocratizar e agilizar o processo para o aluguel de imóveis na capital catarinense – Foto: IStock Iniciativa Implantada pela Imobiliária pretende desburocratizar e agilizar o processo para o aluguel de imóveis na capital catarinense – Foto: IStock 

Quando o engenheiro de software Yuri Ghensev, 30 anos, de São Paulo, foi aprovado no processo seletivo para trabalhar numa empresa de tecnologia de Florianópolis, ele não tinha ideia da relevância da capital catarinense para o setor. 

Yuri Ghensev, 30 anos, de São Paulo – Foto: Reprodução NDTVYuri Ghensev, 30 anos, de São Paulo – Foto: Reprodução NDTV

“Eu não conhecia muito antes, porém, dada a oportunidade de trabalhar aqui em Floripa eu comecei a pesquisar e foi uma surpresa minha de (saber de) tantas empresas de tecnologia que estão aqui”.

Assim como Yuri, milhares de profissionais chegam em Florianópolis para trabalhar nas empresas de tecnologia. Para atender essa demanda, a Ibagy passou a firmar convênios para facilitar o processo. 

Como eles são de outras cidades por muitas vezes de outros países, eles não tinham como comprovar renda no Brasil ou comprovar renda no local, então a ideia é desburocratizar esse processo de locação”, diz Juliana Moraes, gerente da Ibagy na agência Trindade.

Juliana Moraes, gerente da Ibagy na agência Trindade – Foto: Reprodução NDTVJuliana Moraes, gerente da Ibagy na agência Trindade – Foto: Reprodução NDTV

A pessoa vir para uma cidade que ela não conhece, a maioria vem na sexta para já começar a trabalhar na segunda-feira. Então, ter esse contato (com a imobiliária) facilita muito porque a pessoa não precisa ficar em hotel durante um período ou ficar em casa de amigo né”, diz Gisele Mathias, que é coordenadora de Administração de Pessoal e Mobilidade Global na RD (Resultados Digitais). 

Conforme Gisele, cerca de 80% dos 600 colaboradores da RD vieram de outras cidades. “A busca pelo imóvel não precisa ser um problema e foi pensando nisso que a gente buscou parcerias nesse sentido”, diz.

Passeios virtuais e simulação de trajeto para ajudar clientes de outras cidades na escolha

Os consultores de locação da Ibagy também utilizam tecnologia para prestar assistência aos novos moradores da cidade. No site, os imóveis possuem tour virtual com visualização 360 graus. Chamadas de vídeo são feitas para que o cliente possa escolher o imóvel à distância. E vídeos são gravados para mostrar a estrutura da região, inclusive com simulação do trânsito para que o cliente tenha ideia de como seria o deslocamento da empresa em que ele vai trabalhar até o imóvel escolhido.  

“Às vezes o cliente fala pra gente que ele quer estar perto do local de trabalho, mas ele escolhe um local específico, ah, quero morar no Itacorubi. Aí a gente faz o trajeto. A gente pega o celular e faz o trajeto pro cliente. O colaborador gostando do imóvel a gente faz uma videoconferência, faz vídeo, encaminha pra ele. Muitas vezes ele já chega na cidade com o imóvel alugado” diz Juliana.

Setor de tecnologia da capital e região atrai profissionais de todo o país

O setor de tecnologia já representa quase 6% do pib catarinense. A cidade que impulsiona essa economia no Estado é Florianópolis, a chamada ilha do silício. A capital e a região metropolitana movimentam R$ 9,9 bilhões por ano em tecnologia. 

“O setor de tecnologia há algum tempo já se tornou a principal atividade econômica da cidade, arrecadação do ISS, dada a organização do ecossistema que foi ligado principalmente aqui com a Acate e o surgimento dessas novas empresas”, diz Iomani Engelmann, presidente da Acate (Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia).

Ilha do Silício

  • 3.941 empresas
  • 5 empresas por habitante
  • + 54,2% de crescimento

Fonte: Acate

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo

+

IBAGY 50 anos