33 Giga

Blog de tecnologia com serviços e notícias quentes da área. Dicas, tutoriais, testes e muito mais, de forma simples e descomplicada.


Quais materiais podem ou não ir ao micro-ondas?

Quais materiais podem ou não ir ao micro-ondas? - Café foto criado por freepik - br.freepik.com

Quais materiais podem ou não ir ao micro-ondas? - Café foto criado por freepik - br.freepik.com

O micro-ondas costuma ser usado para otimizar o tempo – uma vez que é possível esquentar uma refeição em poucos minutos. O problema é que nem todo utensílio de cozinha pode ser usado para desempenhar tal tarefa. Certos materiais podem causar acidentes, como incêndios. Para garantir sua segurança e a integridade do eletrodoméstico, veja o que você pode ou não utilizar para aquecer comidas.

Leia mais:
Micro-ondas: especialista revela os maiores mitos e verdades sobre o aparelho
Energia elétrica: veja 7 dicas para economizar na conta de luz
Previsões de 1967: filme da Philco já imaginava mundo com micro-ondas e TVs planas

Isso não pode

Plástico

Alguns tipos de plástico, quando aquecidos, liberam substâncias tóxicas e até cancerígenas, que se desprendem da embalagem e passam para o alimento. Aqui, a dica é apenas usar utensílios aprovados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) – a indicação está na própria embalagem. Mas, se não tiver certeza, evite.

Vale destacar também que os potes de plástico, como sorvete, margarina e iogurte, não devem ser usados no micro-ondas. Além de derreterem em questão de segundos, podem contaminar a comida com substâncias químicas.

Filme plástico

Também conhecido como papel filme e PVC, por ser um plástico bem fino, pode derreter quando exposto ao calor e até causar incêndio. Caso tenha a necessidade de usar esse tipo de material no micro-ondas, busque por fabricantes homologadas pela Anvisa, que são aprovadas para aquecimento e cozimento.

Papel

Os sacos marrons de padaria e as embalagens de delivery, como as clássicas de comida chinesa, são grandes vilões do micro-ondas. Isso porque podem pegar fogo e resultar em um incêndio. O papel toalha e o guardanapo, por sua vez, podem ser usados para ajudar no aquecimento da comida e absorver gordura. Mas por um curto período de tempo, para não correr o risco de incendiar.

Isopor

Popularmente conhecido como isopor, o poliestireno é uma espuma de plástico moldada. Logo, pode derreter quando exposto à altas temperaturas. O aquecimento também é responsável por liberar substâncias químicas do material, que podem ser transferidas para o alimento e até causar câncer.

Alumínio

O alumínio não libera substâncias químicas quando levado ao micro-ondas, mas o calor pode superaquecer o material, soltar faíscas e até causar incêndios. Assim, o ideal é evitar qualquer produto que tenha o metal na composição, isso vai desde talheres (garfos, facas, colheres) até as populares marmitas e o papel alumínio.

Isso está permitido

Vidro

Hoje, a maioria dos vidros são refratários – capazes de aguentar as altas temperaturas do forno e do micro-ondas. Agora, caso você opte por levar um pote, o segredo é não utilizar a tampa. Ela costuma ser de plástico, o que pode derreter e contaminar o alimento. Já se tiver algum detalhe metálico no utensílio, o risco é de incêndio. Evite!

Porcelana e louça

Por padrão, as porcelanas e louças costumam resistir às altas temperaturas, sendo ideais para ir ao micro-ondas. Ainda assim, elas não podem ter componentes metálicos (ouro, prata e platina) em suas decorações, pois existe o perigo de incêndio. E mais: na hora de tirar o utensílio do eletrodoméstico, fique atento ao choque térmico. Em contato com uma superfície gelada, como a pia, o produto quente pode rachar ou quebrar.

Cerâmica

As canecas de cerâmica são as mais populares da categoria, mas outros utensílios feitos com o mesmo material também podem ser levados ao micro-ondas. Aqui, a dica é se atentar após o primeiro uso. Caso note alguma rachadura ou lasca no esmalte, significa que o produto não é de boa qualidade. Assim, é bom evitar expô-lo a altas temperaturas.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga