Qual é o papel das aceleradoras de startups?

O maior papel das aceleradoras é fazer com que as startups evoluam e cresçam em um ritmo extremamente acelerado

O empreendedor que se joga de cabeça nesse universo tem como intuito validar seu produto, ganhar corpo no mercado e ter uma alta escalabilidade em pouco tempo.

Ansiosos para alcançar as metas, a maioria fica pelo meio do caminho por conta de não entenderem o mercado e cliente. É aí que entram as aceleradoras.

Todo início é árduo, seja na hora de encontrar a ideia certa que vá impactar o mercado e solucionar seus dilemas, ou em encontrar o investidor certo que aplique capital e acredite no planejamento apresentado.

A startup quando nasce, nasce com duas características. Ela nasce pobre e desconhecida.
– Filipe Garcia, Head do Programa de Aceleração

É nessas horas que entram em cena as aceleradoras. Responsáveis por direcionar as startups, elas organizam a estrutura da empresa, dão acesso ao mercado e o caminho para a validação de produtos e projetos.

O interesse das aceleradoras coincide com o das startups, que é o de crescer cada vez mais diante do mercado e vencê-lo através de ações solúveis.

Ambiente de trabalho de uma empresa startupO maior papel das aceleradoras é fazer com que as startups evoluam e cresçam em um ritmo extremamente acelerado – Foto: Divulgação/Condor Connect

Para uma aceleradora dar início ao processo de aceleração, ela analisa cinco fatores dentro da startup, como: ideação, validação, operação, tração e escalonamento.

Esses estágios são observados tanto pelas aceleradoras, quanto pelo fundo de investimentos. É nesse momento em que a aceleradora orienta o empreendedor a localizar em qual estágio ele se encontra e como dar os próximos passos.

As aceleradoras são diversas, o empreendedor pode encontrar uma aceleração gratuita, ou as que tomam para si, uma porcentagem do capital da empresa.

A diferença entre incubadoras e aceleradoras.

Com a mesma intenção de proporcionar para startup o sucesso, elas só se diferenciam em seus processos de estágios, onde as incubadoras acompanham as startups desde seu nascimento e as aceleradoras analisam certos fatores para se unirem ao projeto da empresa.

As incubadoras oferecem diversas formas que facilitam a vida das startups, utilizando recursos públicos, geralmente são vinculadas a universidades e a um centro de conhecimento, que oferece às startups questões como estrutura física, contabilidade, jurídico e financeiro.

Enquanto as aceleradoras visam investir nas startups e trabalhar o ativo dessas empresas. Elas não vão cobrar mensalidades das startups, e sim trabalhar em cima de um percentual disponibilizado por parte das empresas.

Em suas diferentes essências, as incubadoras e aceleradoras operam no ponto exato da vida de uma startup, seja no seu início ou em processos mais elevados e precisos. Para ser a melhor amiga das startups, elas oferecem o seu melhor e demonstram ao empreendedor, que muitas vezes está assustado e não sabe lidar muito bem com as complicações da jornada empreendedora.

Elas apontam o caminho, definem o planejamento e fazem a conexão entre cliente e mercado, e o produto a ser validado.

Quando as startups devem procurar as aceleradoras?

Por estarem em mar de incertezas toda startup necessita de uma luz que aponte a ela se suas soluções atendem as dores do cliente e mercado ou não. Não só para validar essa ideia, mas também para enxergar pontos que não são vistos pela startup.

A primeira ação da startup deve ser em cima desse propósito, que a ideia seja solúvel e que venha causar grande impacto no ecossistema, logo após, ela deve apresentar essa ideia para aceleradora.

Mas calma, é preciso ter uma base sólida e não se deve ir atrás delas já de início, o primeiro ponto é olhar para dentro da empresa e analisar em qual processo de estágio ela se encontra, assim haverá muito mais do que uma série de slides para apresentar para as aceleradoras.

É muito importante ver os critérios que aquela aceleradora usa para estar definindo o que uma solução entra ou não, para justamente você ser mais assertivo e conseguir ter as melhores oportunidades de mercado.
Greyce Franzmann, InovAtiva

Com os projetos em mãos e já tendo ao menos alguns clientes interessados e dispostos a entender melhor o produto, é a hora de contatar a aceleradora e deixar que ela cuide de alavancar o que foi fomentado nas startups.

Acompanhe nosso bate-papo completo:

Ou se preferir, ouça como podcast:

Está idealizando sua startup ou quer acelerar seu crescimento, entre em contato com a aceleradora Condor Connect através do e-mail oi@condorconnect.com.br. Aqui seus projetos e ideias são avaliados por especialistas de mercado, e você pode fazer parte do programa de mentoria para sua startup. Não perca a chance de fazer acontecer!

+

Tecnologia