Sala de Inteligência e Gestão garante mais eficiência no serviço público em Jaraguá do Sul

Estrutura, formada por oito telas em LED, possibilita o acompanhamento das atividades do dia a dia no município e a tomada de decisões estratégicas, mais rápidas e certeiras, por parte da prefeitura

Estrutura formada por um painel com oito telas em LED de aproximadamente 43 polegadas – Foto: DivulgaçãoEstrutura formada por um painel com oito telas em LED de aproximadamente 43 polegadas – Foto: Divulgação

Jaraguá do Sul sai na frente entre os municípios catarinenses e investe em tecnologia para modernizar e otimizar o serviço público. Desde outubro do ano passado, quando passou a operar na cidade a Sala de Inteligência e Gestão, o acompanhamento das atividades do município foi facilitado e intensificado, o que identifica novas demandas e possibilita decisões estratégicas, mais rápidas e certeiras por parte da prefeitura.

A estrutura é formada por um painel com oito telas em LED de aproximadamente 43 polegadas cada, instalado em uma sala anexa ao gabinete do prefeito, com informações em tempo real do dia a dia da cidade. O programa utilizado para reunir os dados é o Qlik Sense.

O secretário de Administração de Jaraguá do Sul, Douglas Conceição, destaca que a sala faz parte de uma série de iniciativas que a gestão municipal realiza desde 2017 para levar mais tecnologia ao município e gerar economia nas contas.

A medida, ele explica, foi inspirada no Centro de Inteligência da Fiesc (Federação das Indústrias de Santa Catarina), que monitora os principais índices e indicadores do setor no Estado.

“Aqui em Jaraguá do Sul, o sistema tem facilitado o acesso de informações sobre o cotidiano da prefeitura, onde acompanhamos a arrecadação municipal, despesas, controle de estoque, os índices de vacinação”, esclarece.

Ele conta que por meio do painel, o município também consegue ter acesso a diversos dados e indicadores dos serviços das secretarias como, por exemplo, os atendimentos das unidades básicas de saúde, serviços da secretaria de assistência social, a evolução da execução das obras, entre outras ações.

“Com o acesso instantâneo aos dados das diversas secretarias da prefeitura, temos um elevado nível de discussão interna sobre o planejamento das ações da prefeitura, assim como da execução dessas ações”, acrescenta Douglas Conceição.

O secretário afirma ainda que o serviço de BI (Business Intelligence) foi desenvolvido a pedido do então prefeito Antídio Lunelli, que buscava aproximar a gestão pública da empresarial. A proposta surgiu com base no painel econômico de Santa Catarina, que o ex-prefeito viu na Fiesc, em Florianópolis, e que chamou de ‘bolsa de valores catarinense’. O painel é considerado mais uma ferramenta de transparência, que começou com a publicação das revistas de prestação de contas.

O atual prefeito, Jair Frazner, reforça a importância da estrutura. “Hoje, nós temos o controle absoluto de tudo o que acontece no Município, desde as finanças, as obras, o rastreamento da frota até podemos acessar o boletim escolar dos nossos alunos das escolas municipais”, afirma.

Utilização do recurso público

Os dados integrados e disponíveis ao gestor o aproximam das políticas públicas a serem desenvolvidas ou aprimoradas no município, afirma o chefe de Gabinete de Jaraguá do Sul, João Antônio Berti. “Acompanhando os números, ações e obras da prefeitura em tempo real e de forma prática, também garantimos o bom uso do recurso público”, destaca Berti.

O diretor de Tecnologia da Informação do município, Marcio da Silveira, ressalta que com essa nova estrutura, a administração da cidade passa para outro patamar em questões de tomada de decisão e bom uso do recurso público, com informações, em tempo real, sobre onde e como as verbas são utilizadas e se estão cumprindo os objetivos propostos.

+

Prefeitura de Jaraguá do Sul

Loading...