Soluções da Code 7 facilitam comunicação nas empresas

Aberta em março do último ano, empresa gera quase 200 empregos somente na Capital

A Code 7 construiu uma plataforma integrada com todos os módulos necessários que uma empresa precisa para interagir digitalmente com seus consumidores – Foto: Code 7/DivulgaçãoA Code 7 construiu uma plataforma integrada com todos os módulos necessários que uma empresa precisa para interagir digitalmente com seus consumidores – Foto: Code 7/Divulgação

Um dos desafios impostos pela pandemia de Covid-19 foi a aceleração e implantão urgente do trabalho remoto, que já era pensado e debatido, mas estava longe de ser uma realidade na maioria das empresas, em praticamente todos os segmentos econômicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. De acordo com a pesquisa FEEx (FIA Employee Experience), 90% das empresas aderiram a alguma modalidade de home office – os dados foram colhidos no segundo semestre de 2020.

Roberto Dariva: “Os desafios vão permanecer, mas temos uma equipe preparada para responder da melhor forma possível” – Foto: Code 7/DivulgaçãoRoberto Dariva: “Os desafios vão permanecer, mas temos uma equipe preparada para responder da melhor forma possível” – Foto: Code 7/Divulgação

A Code7, aberta no início da pandemia, em março do último ano, chegou ao mercado para oferecer soluções modernas e inovadoras para simplificar a comunicação entre marcas e consumidores em um dos períodos mais desafiadores para a humanidade. Segundo Roberto Dariva, diretor geral da Code7, o empreendimento surgiu da fusão de outras empresas que já tinham vários anos de mercado. “As principais conquistas que podemos destacar desde que começamos as atividades foram os grandes clientes do mercado financeiro, de varejo, os maiores contact center, além de outras verticais. Também conseguimos construir uma plataforma integrada com todos os módulos necessários que uma empresa precisa para a comunicação digital com seus consumidores. Durante a pandemia, também ajudamos muitos dos nossos clientes a implementar o atendimento de home office via nossos softwares em poucos dias”, ressalta ele.

Dariva destaca que, ao possibilitar o atendimento ao consumidor remotamente, por meio dos softwares desenvolvidos, a empresa ajudou muitos profissionais a se manterem protegidos do coronavírus.

“Acreditamos que até salvamos várias vidas. E cada vez que melhoramos a comunicação por canais digitais, ajudamos nossos clientes a melhorar seus resultados e levamos uma melhor experiência para seus consumidores que, antigamente, só conseguiam se comunicar por telefone com as empresas, mas hoje podem usar todos os canais digitais como WhatsApp, voz, e-mail, SMS, chatbots, dentre outros”, avalia o diretor.

Planos de crescimento e desenvolvimento no mercado nos próximos anos

A Code 7 tem profissionais em várias regiões do país, em home office, mas a maioria da equipe está em Florianópolis, são quase 200 empregos gerados na cidade. Como uma starpup, a Code 7 nasceu e conviveu em um ambiente de muita transformação. Segundo o diretor Roberto Dariva, desta forma, no futuro, o horizonte de 15 anos não é parte do planejamento da empresa. “Sabemos que vamos crescer. Que vamos estar à frente do desenvolvimento do nosso mercado. E que o nosso trabalho contribuirá muito para que as relações entre marcas e consumidores sejam cada vez melhores, com uma experiência positiva para os dois lados. É isso que serve como Softwares desenvolvidos pela Code 7 ajudaram profissionais nosso norte”, avalia ele.

Softwares desenvolvidos pela Code 7 ajudaram profissionais nosso norte”, avalia ele. a trabalhar de forma remota e se proteger do coronavírus – Foto: DivulgaçãoSoftwares desenvolvidos pela Code 7 ajudaram profissionais nosso norte”, avalia ele. a trabalhar de forma remota e se proteger do coronavírus – Foto: Divulgação

As tecnologias do futuro

Conforme Dariva, as principais tecnologias e inovações, daqui a 15 anos, ainda não fazem parte do cenário atual. “Mais do que em outros segmentos, prever o estado da tecnologia em um prazo tão longo é um exercício muito difícil. Mas podemos prever que, com o amadurecimento da inteligência artificial, conviveremos, muito mais do que hoje, com robôs, com os quais poderemos nos comunicar e que serão capazes de interagir conosco em um nível de eficiência até maior do que o de pessoas”, diz ele.

A única tendência macro que permanecerá, segundo ele, é a ideia de que a busca pela melhor experiência é o que conduzirá o trabalho. “Em última instância, quem se beneficia do nosso esforço são as pessoas. É assim que olhamos para o futuro. Com uma comunicação simples, fluida e eficaz, que torna a vida das pessoas melhor. Todos os desafios tecnológicos e de inovação não deixarão de surgir. Mas, para isso, temos uma equipe preparada para responder da melhor forma possível”, finaliza o diretor da Code 7.

+

Especial ND 15+15

Loading...