Startup Summit 2021: Florianópolis sedia o maior evento de empreendedorismo do Brasil

Com formato híbrido, a quarta edição do evento promete continuar fomentando o crescimento do ecossistema de inovação no país

Florianópolis é um dos polos de empreendedorismo e inovação do país e sedia o maior evento do Brasil sobre o assunto. O Startup Summit 2021, que começou nesta quinta-feira (14) e vai até sexta (15), reúne empreendedores, investidores e os principais nomes do ecossistema de inovação.

Maior evento sobre o ecossistema do empreendedorismo e inovação começou hoje. – Foto: Fabrício de Almeida/Divulgação/NDMaior evento sobre o ecossistema do empreendedorismo e inovação começou hoje. – Foto: Fabrício de Almeida/Divulgação/ND

Neste ano, o evento está sendo apresentado em formato híbrido, presencialmente e online. Promovido pelo Sebrae/SC e pela Acate (Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia), a 4ª edição do Startup Summit 2021 conta com oito trilhas temáticas e cerca de 60 palestrantes.

Para tratar desse ecossistema fundamental no desenvolvimento econômico do país, os principais assuntos abordados serão marketing, vendas, investimentos, gestão e negócios, corporate, relacionamento com clientes, cultura e tecnologia.

Entre os palestrantes mais reconhecidos estão Alfredo Soares, da Loja Integrada, Amanda Graciano, do Itaú, André Siqueira, da RD Station, Cynthia Hobbs, da GetNinjas, Fernando Pavani, do Remessa Online, Guilherme Junqueira, da Gama Academy, Gustavo Chamati, do Mercado Bitcoin, Miguel Abuhab, do Neogrid, Rafael Assunção, da Questum, Rodrigo Baer, da SoftBank, entre outros.

Além disso, o Startup Summit 2021 conta com uma feira de negócios, reunindo tanto startups em fase inicial, como empresas já consolidadas no mercado.

Primeiro dia de evento

O evento reuniu cerca de 1.200 participantes no primeiro dia no CentroSul (Centro de Convenções de Florianópolis). Temas variados foram abordados como tecnologia, inovação e empreendedorismo.

Na abertura do evento, o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, falou sobre a importância de eventos como o Startup Summit para movimentar o turismo da região.

Gean Loureiro, prefeito de Florianópolis, fez parte da abertura do evento. – Foto: Fabrício de Almeida/Divulgação/NDGean Loureiro, prefeito de Florianópolis, fez parte da abertura do evento. – Foto: Fabrício de Almeida/Divulgação/ND

O prefeito tratou ainda sobre a capital catarinense ser referência em desburocratização, ponto essencial para o desenvolvimento de startups, e como Florianópolis usou a inovação e tecnologia no combate à pandemia.

“Somos a cidade que mais usou a tecnologia no combate à Covid-19. Apresentamos o Alô Saúde, e tudo isso fez de Florianópolis uma cidade diferente. O evento de hoje é uma ótima oportunidade para adquirir e compartilhar conhecimento e aprendizado. Precisamos ter o entendimento de como podemos avançar, ainda mais nesse período pós-pandemia, e essa qualificação faz com que mais empresas possam crescer”, afirmou.

Loureiro também falou sobre a importância do setor da tecnologia e inovação em Santa Catarina para a geração de empregos e renda.

“O Cadastro Geral de Empregos e Desempregados (Caged) demonstra que já retomamos os empregos perdidos. O setor está sempre buscando soluções em conjunto, e por isso, todos vocês são bem-vindos para trocar conhecimento em inovação e tecnologia. Tenho certeza de que iremos superar a pandemia com a tecnologia”, concluiu.

Empresários em busca de inovação e mais competitividade

A procura por inovação e pelo aumento da competitividade levou centenas de espectadores ao Startup Summit. Theo Orosco, empreendedor CEO da Exact Sales, foi um dos palestrantes no evento para falar sobre as principais perspectivas de mercado na retomada dos negócios.

De acordo com Orosco, as estratégias de vendas precisam ser multidirecionais, usando todas as plataformas de contato com o consumidor disponíveis: site, e-mail, telefone, Whatsapp e redes sociais.

“Com todas essas ferramentas é possível conhecer as dores dos seus clientes e propor soluções com afeição. Para vender mais é necessário entender sobre pessoas, tratar os problemas de forma especial. Não adianta vender areia no deserto, é preciso vender água”, destacou.

Fabio Fiorini é empresário da Noby Academy, startup criada há dois anos, e veio de São Paulo especialmente para acompanhar o Startup Summit. “A minha participação no evento sem dúvida é levar inovação para as nossas startups, levar para casa aquilo que acontece de melhor”, afirmou.

A importância do ecossistema de inovação no país e em SC

O coordenador do Startup Summit, Alexandre Souza, comemora a realização do evento e a importância dele para a troca de conhecimento e a retomada de grandes eventos em Santa Catarina.

“Essa iniciativa está sendo uma grande retomada do ecossistema, porque víamos as empresas trabalhando nesse período, mas estava faltando aquela questão de conectar todos os atores do ecossistema. Estava faltando a interação. Então é muito legal estar aqui hoje, com todos esses atores, retomando os encontros presenciais, o networking. Isso está sendo realmente muito especial”, ressaltou Souza.

Para o palestrante e participante Theo Orosco, um evento como o Summit contribui para reunir os principais pilares de um ambiente favorável ao empreendimento e à inovação.

“O ecossistema normalmente evolui a partir do compartilhamento e aprendizado conjunto. É uma oportunidade necessária para que o ecossistema se fortaleça, e é por isso que Santa Catarina é tão forte. Somos muito abertos para entendimento e compartilhamento, é um exemplo de evolução conjunta. Esse é um momento necessário, temos que trocar muita ideia do que está acontecendo dentro de cada empresa”, assegurou Orosco.

Startup Summit 2021 conta com cerca de 60 palestrantes na programação híbrida. – Foto: Fabrício de Almeida/Divulgação/NDStartup Summit 2021 conta com cerca de 60 palestrantes na programação híbrida. – Foto: Fabrício de Almeida/Divulgação/ND

Para o presidente da Acate, Iomani Engelmann Gomes, o apoio e a presença do Sebrae Nacional contribuiu para garantir excelência e credibilidade.

“É uma satisfação muito grande receber um evento presencial como este. Mostra o público que veio, 27 estados representados de forma presencial, e a referência que Santa Catarina é para o ecossistema de inovação. Depois de dois anos, é uma alegria imensa ver um evento lotado e seguro”, garantiu.

O presidente também falou sobre o ecossistema de inovação em Santa Catarina, um estado com uma matriz econômica diversa, e a importância da tecnologia para promover a inovação no estado e a competitividade das empresas.

“A tecnologia tem que estar perto das vocações econômicas dessas localidades, ajudar as empresas a se transformarem digitalmente e se manterem competitivas para o novo cenário, especialmente no pós-pandemia”, afirmou.

A empresária Fabiana Xavier Tambosi, da Principessa, veio de Blumenau para participar do Summit 2021. Com a empresa em funcionamento há 13 anos, e desde 2014 como e-commerce, ela conta que a empresa teve um crescimento muito maior no online do que quando era loja física, e que por conta disso, não foram afetadas pela pandemia.

“A minha expectativa com o evento é tirar algum aprendizado de experiências que os palestrantes já viveram para que possamos aplicar na nossa empresa. Colocamos em prática conteúdos como estes diariamente, até porque a pandemia não nos afetou, somos e-commerce e crescemos ainda mais. Então, a expectativa é buscar aprendizado para estar aplicando e inovando sempre”, contou a empresária.

Ainda de acordo com o presidente da Acate, a tecnologia é uma ferramenta democrática. “Hoje, com boa conectividade e uma cultura empreendedora fortalecida, qualquer um pode empreender em qualquer lugar do mundo. A gente preza muito por isso, poder empreender no seu município, gerando valor para a sociedade e até mesmo perspectiva de futuro para os jovens”, reforçou.

O presidente ressaltou a importância do papel da Acate para auxiliar startups que estão no começo da jornada. “É natural que no início da jornada os empreendedores tenham muitas dúvidas de onde percorrer e onde procurar ajuda, e nós da Acate estamos disponíveis para isso”, concluiu Iomani.

Summit seguro

O evento seguiu protocolos sanitários para garantir a segurança dos participantes. – Foto: Divulgaçã/NDO evento seguiu protocolos sanitários para garantir a segurança dos participantes. – Foto: Divulgaçã/ND

Com o objetivo de promover um evento seguro, a organização foi pensada de forma a evitar aglomerações no local, seguindo todos os protocolos de segurança vigentes. Além disso, a edição conta com a opção de acompanhar tudo de forma gratuita e online, sem precisar sair de casa.

A política do evento garantiu que os presentes no Centrosul comprovassem as duas doses da vacina contra o coronavírus ou fizessem a testagem na hora. No evento há ventilação natural e com sistema de climatização com comprovação de renovação do ar, assistência e cobertura médica habilitada.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Tecnologia

Loading...