33 Giga

Blog de tecnologia com serviços e notícias quentes da área. Dicas, tutoriais, testes e muito mais, de forma simples e descomplicada.


Testamos: Por R$ 449, Fire Stick TV 4K tem controle remoto com Alexa

Testamos: Por R$ 449, Fire Stick TV 4K tem controle remoto com Alexa - Divulgação/AmazonTestamos: Por R$ 449, Fire Stick TV 4K tem controle remoto com Alexa - Divulgação/Amazon

Em março deste ano, a Amazon colocou nas prateleiras sua nova geração de dongle (aparelhinho que transforma um televisor comum em uma Smart TV). Um destes novos modelos é o Fire Stick TV 4K. Com preço sugerido de R$ 449, ele dá acesso à internet, tem suporte à resolução 4K e ainda vem com um controle remoto habilitado com a Alexa, a assistente virtual da empresa.

Leia mais:
5 streamings de TV a cabo que você pode assistir de graça – se for assinante
Smart TV: teste revela qual o melhor televisor com acesso à internet do mercado
JustWatch encontra o filme que você deseja ver em diferentes streaming

Usabilidade do Fire Stick TV 4K

Para usar o Fire Stick TV 4K, é necessário plugá-lo a uma porta HDMI da televisão e também conectá-lo a uma tomada, para alimentação. Uma vez feito isso, basta seguir as instruções da tela para concluir a instalação e começar a usar os aplicativos. É tudo muito rápido e didático, vale destacar.

O gadget da Amazon dá suporte a vários serviços de streaming. Dentre eles, estão: Netflix, Amazon Prime Video, YouTube, Telecine Play, Disney+, Apple TV+, Spotify e Deezer. Dois nomes populares entre o público brasileiro, no entanto, não estão inclusos. São eles: HBO GO e Globoplay.

Independentemente do app acessado, o Fire Stick TV 4K oferece uma boa experiência de vídeo e áudio. Durante os testes do 33Giga, diferentes serviços rodaram sem engasgos e com alta qualidade de imagem e som.

É válido destacar que o suporte à resolução 4K é o maior diferencial do aparelho em comparação com outros modelos da Amazon – Fire TV Stick (Terceira Geração) e o Fire TV Stick Lite. Imagens para lá de bonitas vão aparecer na tela e encher os olhos. O problema é que não há muito conteúdo disponível. No YouTube, por exemplo, só é possível encontrar vídeos de natureza.

Desempenho do controle remoto

A principal vantagem do Fire Stick TV 4K, por sua vez, está no controle remoto. Com ele, o usuário não precisa mais teclar para abrir aplicativos ou perder minutos digitando para realizar uma simples busca. Basta segurar o botão dedicado à assistente virtual e dar um comando de voz. Pode ser “Alexa, abrir Netflix, “Alexa, assistir à Lady Gaga no YouTube” ou “Alexa, pesquisar filmes de romance”.

Aqui, no entanto, o nível de interação da Alexa vai depender do aplicativo. Ela conversa muito bem com serviços populares, mas derrapa na experiência com programas mais alternativos. Nos testes do 33Giga, por exemplo, os comandos de voz não funcionaram para abrir títulos ou realizar pesquisas dentro do Crunchyroll.

Vale a pena?

O objetivo principal do Fire Stick TV 4K é transformar um modelo antigo em uma Smart TV – função que cumpre bem. Só que o diferencial de dar suporte à resolução 4K apenas vai funcionar televisores 4K. A grande maioria deles, no entanto, já tem acesso à internet. Logo, o dispositivo somente será útil se o aparelho não tem tantos aplicativos. Caso contrário, ele será desnecessário.

E mais: se o objetivo é acessar a internet em uma televisão antiga que não tem 4K, é melhor comprar os outros gadgets da marca. Até porque o Fire TV Stick (Terceira Geração) sai por R$ 379 e o Fire TV Stick Lite tem preço de R$ 349 – uma economia de R$ 70 e R$ 100, respectivamente, se comparado ao valor do Fire Stick TV 4K.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga