33 Giga

Blog de tecnologia com serviços e notícias quentes da área. Dicas, tutoriais, testes e muito mais, de forma simples e descomplicada.


Vale a pena comprar smartphone da versão anterior?

Vale a pena comprar smartphone da versão anterior? - Obi Onyeador on UnsplashVale a pena comprar smartphone da versão anterior? - Obi Onyeador on Unsplash

Quando o assunto é comprar ou não um celular de versão anterior, não existe uma resposta definitiva. Afinal, há alguns fatores que devem ser considerados na aquisição, como a defasagem de software, a desvalorização e a ausência de recursos mais novos. Ainda assim, dependendo da necessidade do consumidor, pode ser que um modelo mais antigo realmente compense – até porque muitas das novidades, como o 5G, ainda não se popularizaram.

Leia mais:
Guia de Compras: como escolher o smartphone perfeito para você
Álcool em gel pode danificar celular; saiba como higienizar corretamente o aparelho
Motorola Startac, Nokia 3310 e mais: relembre os celulares que marcaram a história

“Os produtos mais antigos podem ser boas opções por terem seu preço diminuído após o lançamento do seu sucessor, principalmente se for um aparelho do ano anterior, que ainda será atualizado via software”, destaca Thiago Porto, especialista da Proteste. “Porém, o consumidor precisa ficar ligado em casos específicos. Com o aumento do dólar, por exemplo, os aparelhos da Apple tiveram um reajuste de preço quando o iPhone 12 foi lançado”, completa.

Assim, o modelo iPhone 11, que tinha seu preço inicial de R$ 4.999, passou a ser precificado por R$ 5.699 em sua versão mais simples. O mesmo ocorreu com o modelo de 2018, o iPhone XR, que saiu de R$ 4.299 para R$4.999, em sua opção mais básica. “Além disso, os novos celulares agora vêm sem carregador e fone de ouvido. O valor do carregador de 20W é R$ 199 e o do fone com fio é de R$ 219”, aponta Thiago.

De modo geral, a compra de uma versão anterior pode ser interessante, desde que o consumidor pesquise antes as características do aparelho desejado. Isso porque, em alguns casos, algumas funções podem terem sido superadas por smartphones de categoria superior. Outro ponto a ser considerado é o plano de atualização do sistema operacional de cada fabricante. Por exemplo, algumas versões antigas de modelos Android não funcionarão de forma adequada, com recursos de segurança, agora em 2021.

A dica para fazer uma boa compra é ficar por dentro das características do aparelho desejado e pesquisar seu preço ao longo do tempo, para avaliar a melhor oportunidade de aquisição. Uma ideia é instalar em seu navegador o comparador de preços Mais Barato, da Proteste, que, além de alertas sobre oportunidades, inclui cupons de desconto em seu cálculo de valor.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga