VÍDEO: Drone transfere mais de 140 kg de combustível para caça em pleno voo

Teste durou mais de quatro horas em mais de 3 km de altura; método pode ser incluído nas missões com porta-aviões

A Marinha dos Estados Unidos concluiu o primeiro reabastecimento de uma aeronave por um drone controlado à distância em pleno voo na última sexta-feira (4). Com informações do R7.

Drone de cor cinza e ponta laranja aparece no canto esquerda e drona logo abaixo da cor cinzaCaça é reabastecido por drone em pleno voo – Foto: Youtube/Reprodução/ND

O teste aconteceu nos céus do estado de Illinois, e a técnica pode ser incluída nas missões com porta-aviões. O voo foi realizado com um drone MQ-25 Stringray, da Boeing, que reabasteceu no ar um caça F/A-18 Super Hornet, da Marinha, e usou uma técnica semelhante à usada com aviões-tanques tripulados.

A primeira fase do teste ocorreu com a aproximação do drone para verificar o comportamento da aeronave e medir a estabilidade das duas no momento em que a distância entre elas era reduzida.

Em seguida, o operador do drone soltou a mangueira e o avião se aproximou para conectar a entrada de combustível. A primeira conexão foi seca, sem a transferência de nenhum material, apenas para testar o método.

Na segunda conexão, o drone passou cerca de 135 kg de combustível para o caça, com os dois veículos voando em velocidade operacional de 10 mil pés (cerca de 3 km) de altitude. Outro reabastecimento, cerca de 11 kg de combustível foi realizado 16 mil pés (cerca de 4,8 km) de altitude. Os testes duraram mais de quatro horas.

“Foi um teste muito importante para ver quão estável seria o voo com as duas aeronaves tão próximas e ter confiança de que não haveria problemas operacionais. O próximo passo vai ser simular condições semelhantes a uma missão de combate”, disse o diretor do programa MQ-25 da Boeing, David Bujold, em enetrevista à imprensa local.

Veja o vídeo:

+

Tecnologia