Alerta para chuvas fortes com inundações e quedas de barreiras continua em SC

Segundo Defesa Civil, as regiões com maiores riscos são Litoral Norte, Litoral Sul, Grande Florianópolis e Baixo e Médio Vale do Itajaí

A Defesa Civil de Santa Catarina alerta para chuvas persistentes, de moderada a forte intensidade, que podem resultar em inundações pontuais e quedas de barreiras nesta terça-veira (12), especialmente nas próximas três horas.

Temporais deixam Centro de Palhoça intrafegável nesta terça-feira (12) – Foto: Paulo Mueller/NDTVTemporais deixam Centro de Palhoça intrafegável nesta terça-feira (12) – Foto: Paulo Mueller/NDTV

As regiões com maiores riscos são Litoral Norte, Litoral Sul, Grande Florianópolis, Baixo e Médio Vale do Itajaí.

A Grande Florianópolis é uma das regiões mais afetadas no Estado que iniciaram na madrugada desta terça-feira (12).

Órgão estadual alerta para fortes chuvas nas próximas três horas em Santa Catarina – Foto: Defesa Civil/Divulgação/NDÓrgão estadual alerta para fortes chuvas nas próximas três horas em Santa Catarina – Foto: Defesa Civil/Divulgação/ND

Em Palhoça choveu 142 mm nas últimas 12 horas, segundo a Defesa Civil. No bairro Pedra Branca, na Avenida das Águias, dois cavalos estão “ilhados”, porque estão amarrados e sem condições de locomoção.

Palhoça é o município mais afetado na Grande Florianópolis pelas fortes chuvas – Foto: Defesa Civil/Divulgação/NDPalhoça é o município mais afetado na Grande Florianópolis pelas fortes chuvas – Foto: Defesa Civil/Divulgação/ND

Em São José, apesar de chover 106 mm nas últimas 12 horas, a Defesa Civil municipal não registrou ocorrências na manhã desta terça. 

Em Florianópolis, a Defesa Civil afirma que o volume de chuvas está dentro da normalidade e os serviços essenciais funcionam sem alterações. A maior precipitação ocorreu no Continente, com 41 mm, mas o órgão municipal espera ainda 40 mm de chuva, que deve se deslocar da Ilha para o mar.

No Norte da ilha foram registrados 22 mm, nas últimas 6 horas, já no Centro foram 23 mm e no Sul 33 mm. Como o limiar de segurança de Florianópolis é 100 mm, não há risco de deslizamentos no momento. Até a manhã, houve registros apenas de ocorrências pontuais.

+

Tempo

Loading...