Defesa Civil alerta para alto risco de deslizamentos em SC

Acumulado de chuvas ultrapassou os 200 mm nos últimos quatro dias em áreas do Litoral Norte do Estado

A Defesa Civil do Estado emitiu um alerta nesta terça-feira (8) para alto risco de deslizamentos em parte da Grande Florianópolis, Baixo e Médio Vale do Itajaí e Litoral Norte. Nas próximas 24 horas, o volume de chuvas pode ultrapassar os 20 mm.

Confira no mapa abaixo:

Mapa dividido em áreas de atenção, observação e neutralidade para o risco de deslizamentos. Defesa Civil de Santa Catarina alerta para alto risco de deslizamentos – Foto: Defesa Civil/Divulgação/ND

O alerta compreende um período de 24 horas que começa às 8h desta terça-feira, e se encerra às 8h de quarta-feira (9).

O volume de chuva se soma aos acumulados dos últimos quatro dias, que ultrapassam os 200mm em áreas do Litoral Norte do Estado. Em regiões da Grande Florianópolis e do Médio Vale do Itajaí, esse número extrapola os 150mm.

Assim, de acordo com a Defesa Civil, há risco alto nas regiões em laranja do mapa (Litoral Norte e partes do Médio e Baixo Vale do Itajaí e Grande Florianópolis). No Litoral Sul, parte da Grande Florianópolis e Médio Vale do Itajaí está em nível de atenção.

Segundo o meteorologista Piter Scheuer, os volumes mais significativos foram no Norte do Estado, onde o risco de deslizamentos de terra é maior.

“Pontualmente por lá pode ter algum deslizamento, só que agora não há previsão de chuva significativa”, explica.

Veja algumas recomendações da Defesa Civil

  • Deslizamentos de terra: atenção a qualquer movimento de terra ou rocha próximas às residências, inclinação de postes e árvores, além de rachaduras em muros ou paredes. Neste caso, o recomendável é de que a família saia do local e acione a Defesa Civil e os bombeiros voluntários;
  • Tempestades: proteja-se em local abrigado, longe de placas, árvores, postes de energia e objetos que podem ser arremessados. Se não encontrar abrigo, agacha-se com os pés juntos, com a cabeça encostada no peito ou entre os joelhos e as mãos cobrindo as orelhas ou apoiadas nos joelhos. Se estiver na praia, jamais fique na água. Já se estiver em casa ou qualquer outro lugar abrigado, desligue aparelhos eletrônicos, não use o telefone, fique longe das janelas e, lembre-se, o banheiro em alvenaria é o melhor local durante uma tempestade;
  • Alagamentos ou inundações: evite contato com as águas e não dirija em locais alagados. Também evite transitar em pontilhões e pontes submersas, e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões;
  • Enxurradas: não fique próximo às margens de rios e ribeirões, principalmente em regiões de relevo acentuado, montanhoso e pequenos vales, pois muitas vezes há temporais intensos sobre os topos e cabeceiras, gerando repentinamente grande quantidade de água em um curto espaço de tempo. Este tipo de evento adverso apresenta grande poder destrutivo, podendo arrastar veículos, pessoas, animais e mobílias por vários quilômetros. A força das águas pode, ainda, provocar o rolamento de pedras, arrancar árvores, destruir edificações e causar deslizamentos de terra nas margens.
+

Tempo

Loading...