Chuva deve chegar no domingo, mas não resolverá estiagem na Grande Florianópolis

Segundo a Epagri/Ciram, não há previsão de precipitações intensas até a segunda quinzena de setembro

A tão esperada chuva pode chegar no próximo domingo (18), em Santa Catarina, devido à passagem de uma frente fria de fraca intensidade pelo Estado. A precipitação deve ocorrer de forma isolada, do oeste ao sul no decorrer da tarde, e à noite nas demais regiões, incluindo a Grande Florianópolis.

Chuva deve chegar de forma fraca e isolada no próximo domingo – Marco Santiago/NDChuva deve chegar de forma fraca e isolada no próximo domingo – Marco Santiago/ND

Entretanto, segundo o serviço de meteorologia da Epagri/Ciram, o volume não será significativo, variando de três a cinco milímetros. De acordo com o meteorologista Marcelo Martins da Silva, o volume ajuda mas não resolve o problema de estiagem que atinge a região litorânea há cerca de um mês.

“Para solucionar a estiagem é preciso um volume significativo e bem distribuído durante uns quatro ou cinco dias. E não há previsão disso ocorrer agora. A chuva mais intensa deve chegar apenas na segunda quinzena de setembro”, explica.

Pontos críticos da estiagem

De forma geral, o inverno é a estação que menos chove no Estado, mas este tem sido ainda mais seco, devido a bloqueios atmosféricos no Oceano Pacífico que impedem o avanço das frentes frias para Santa Catarina. Essas frentes frias têm se concentrado mais no Rio Grande do Sul, e quando chegam aqui já perderam muito de sua intensidade.

Embora o mês de julho tenha sido considerado o mais quente no planeta nos últimos 140 anos, conforme a NOAA (Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos Estados Unidos, em português), localmente isso não se confirma. “Deveremos fechar essa estação com bastante frio e pouca chuva”, diz Silva.

Essa condição de chuvas abaixo da média histórica nos meses de junho, julho e primeira quinzena de agosto, faz com que o nível dos rios de Santa Catarina estejam abaixo da normalidade, apresentando uma situação de estiagem.

Atualmente existem 15 pontos de monitoramento hidrológico que são mais críticos em Santa Catarina, nos municípios de Otacílio Costa, Canoinhas, Palhoça, Alfredo Wagner, Chapadão do Lageado, Taió, São João Batista, São Martinho, Tangará, Concórdia, Camboriú e Rio Negrinho.

Na segunda-feira (19), a previsão é de muitas nuvens e céu encoberto com chuva mais isolada no oeste e meio-oeste (5 a 10 mm) e melhor distribuída do planalto ao litoral Sul (15 a 30 mm). A temperatura cai, especialmente do planalto ao litoral e pode haver rajadas de vento sul a sudeste, de fraco a moderado, no litoral. A chuva deve se estender em todo o litoral na terça (20).

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

+ Tempo