Chuva em SC deixou 612 pessoas fora de casa e cinco cidades em situação de emergência

Deslizamentos e alagamentos foram registrados na Grande Florianópolis e Vale do Itajaí; região Sul foi a mais afetada pelos temporais

As fortes chuvas dos últimos três dias em Santa Catarina retiraram de casa pelo menos 612 pessoas. Dos 21 municípios afetados, Canelinha, Balneário Gaivota, Pescaria Brava, Imaruí e Laguna decretaram situação de emergência. Segundo a Defesa Civil estadual, Brusque e Camboriú devem publicar o decreto ainda nesta quinta-feira (10).

Camboriú deve decretar situação de emergência ainda nesta quinta-feira (10) – Foto: Prefeitura de Camboriú/Divulgação/NDCamboriú deve decretar situação de emergência ainda nesta quinta-feira (10) – Foto: Prefeitura de Camboriú/Divulgação/ND

Em Camboriú, onde choveu 202 mm, 200 pessoas precisaram deixar suas casas e 15 estão no abrigo municipal na manhã desta quinta. A prefeitura, porém, ainda não contabilizou quantos moradores puderam retornar. As aulas voltam ao normal nesta quinta.

Os bairros Jardim Europa e o lado direito do Santa Regina estão isolados. A Defesa Civil aponta que o acesso ao Rio do Meio, além dos bairros Nova Brasília, Tererê e comunidades do Túnel estão intransitáveis.

O Sul do Estado foi a região mais afetada pelos temporais. Em Imaruí, houve quedas de muros, danos em vias públicas e de pontes na Zona Rural, alagamentos, deslizamentos, ponte destruída e possíveis desalojamentos.

Camboriú foi uma das cidades mais afetadas pelas chuvas no Litoral Norte de SC - Defesa Civil/Divulgação
1 16

Camboriú foi uma das cidades mais afetadas pelas chuvas no Litoral Norte de SC - Defesa Civil/Divulgação

Deslizamentos de terra e alagamentos foram registrados em Tubarão - Divulgação/PMT/ND
2 16

Deslizamentos de terra e alagamentos foram registrados em Tubarão - Divulgação/PMT/ND

Laguna decretou situação de emergência devido aos estragos das chuvas nesta quarta-feira (9) - Prefeitura de Laguna/ND
3 16

Laguna decretou situação de emergência devido aos estragos das chuvas nesta quarta-feira (9) - Prefeitura de Laguna/ND

A prefeitura abriga 17 pessoas - Karina Koppe/NDTV
4 16

A prefeitura abriga 17 pessoas - Karina Koppe/NDTV

As fortes chuvas obrigaram moradores a deixarem suas casas ainda na noite de terça-feira (8) - Karina Koppe/NDTV
5 16

As fortes chuvas obrigaram moradores a deixarem suas casas ainda na noite de terça-feira (8) - Karina Koppe/NDTV

Canelinha tem 146 pessoas fora de casa após fortes chuvas - CBMSC/Divulgação
6 16

Canelinha tem 146 pessoas fora de casa após fortes chuvas - CBMSC/Divulgação

Imagens impressionantes mostram Camboriú, no Litoral Norte de SC, debaixo d'água - Reprodução/ND
7 16

Imagens impressionantes mostram Camboriú, no Litoral Norte de SC, debaixo d'água - Reprodução/ND

Imagens impressionantes mostram Camboriú, no Litoral Norte de SC, debaixo d'água - Camboriú 10
8 16

Imagens impressionantes mostram Camboriú, no Litoral Norte de SC, debaixo d'água - Camboriú 10

Forte chuva causou alagamento em dois bairros em Gaspar - Divulgação/Defesa Civil de Gaspar/ND
9 16

Forte chuva causou alagamento em dois bairros em Gaspar - Divulgação/Defesa Civil de Gaspar/ND

Forte chuva causa alagamentos em várias regiões de Brusque - Divulgação/Defesa Civil de Brusque/ND
10 16

Forte chuva causa alagamentos em várias regiões de Brusque - Divulgação/Defesa Civil de Brusque/ND

Forte chuva causa alagamentos em várias regiões de Brusque - Divulgação/Defesa Civil de Brusque/ND
11 16

Forte chuva causa alagamentos em várias regiões de Brusque - Divulgação/Defesa Civil de Brusque/ND

Florianópolis sofre consequências após madrugada de chuvas - Eduardo Cristófoli/NDTV
12 16

Florianópolis sofre consequências após madrugada de chuvas - Eduardo Cristófoli/NDTV

Forte chuva causa alagamentos em várias regiões de Brusque - Divulgação/Defesa Civil de Brusque/ND
13 16

Forte chuva causa alagamentos em várias regiões de Brusque - Divulgação/Defesa Civil de Brusque/ND

Forte chuva causa alagamentos em várias regiões de Brusque - Divulgação/Defesa Civil de Brusque/ND
14 16

Forte chuva causa alagamentos em várias regiões de Brusque - Divulgação/Defesa Civil de Brusque/ND

Forte chuva causa alagamentos em várias regiões de Brusque - Divulgação/Defesa Civil de Brusque/ND
15 16

Forte chuva causa alagamentos em várias regiões de Brusque - Divulgação/Defesa Civil de Brusque/ND

Forte chuva causa alagamentos em várias regiões de Brusque - Divulgação/Defesa Civil de Brusque/ND
16 16

Forte chuva causa alagamentos em várias regiões de Brusque - Divulgação/Defesa Civil de Brusque/ND

As equipes do Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil e Assistência Social do município se deslocam nesta manhã para atender os atingidos. Contudo, ainda não há um balanço de quantas famílias foram afetadas nem dos estragos totais.

Laguna registrou 181 mm de chuva nas últimas 48 horas. Os bairros mais atingidos foram Parobé, Figueira e Morro Grande (no Distrito de Ribeirão Pequeno), Barranceira e Cabeçuda, com deslizamentos de terra, danificação de estradas, pontes, muros de casas caídos, acessos interrompidos e pontos de alagamentos em diversos locais da cidade.

Alagamentos e deslizamentos no Vale do Itajaí

Além de Camboriú, no Vale do Itajaí, outras cidades foram atingidas e tiveram registros de alagamentos e deslizamentos. Por isso, o trânsito, assim como o abastecimento de água, foram afetados.

O volume de chuva registrado durante a noite desta terça-feira (8) provocou alagamentos e deslizamentos em alguns bairros de Brusque.

O acúmulo significativo de chuva deixou duas famílias desabrigadas no bairro Limeira, região mais prejudicada. Até esta quinta, foram registrados 98 mm em 48 horas.

Em Brusque, há 276 pessoas desalojadas por conta dos alagamentos na cidade. O abastecimento de água em várias regiões chegou a ser comprometido, com as estações de tratamento ficando paralisadas em função do alto nível de turbidez na água. No entanto, todos os serviços foram restabelecidos ainda nesta quarta.

O maior volume de ocorrências está concentrado na região do bairro Limeira, onde choveu 96,9 mm nas últimas 24 horas. No total, o acumulado de precipitaçã0 chegou a 98 mm.

Balanço dos estragos na Grande Florianópolis

Canelinha

Já em Canelinha, a cidade na Grande Florianópolis que ficou “submersa” após 289 mm de chuva, há 146 pessoas abrigadas na Escola Professora Maria de Lourdes Nicolau Zimermam.

Segundo relatos de moradores, a chuva fez as casas inundarem a partir das 21h de terça-feira (9). Um deles contou que, por volta de meia-noite, deixou sua casa com a água na altura do pescoço.

Florianópolis

Na Capital choveu 107 mm em 48 horas e algumas ruas ficaram alagadas, como nos bairros Rio Tavares, Ingleses e Rio Vermelho. Segundo a Defesa Civil do município, não foram registradas ocorrências mais graves até a manhã desta quinta.

Família do Rio Tavares foi acolhida em hotel pela prefeitura após alagamentos no bairro – Foto: PMF/Divulgação/NDFamília do Rio Tavares foi acolhida em hotel pela prefeitura após alagamentos no bairro – Foto: PMF/Divulgação/ND

Serviços essenciais, como fornecimento de água, energia, postos de saúde e educação seguem sem maiores transtornos, segundo a prefeitura.

Ainda na terça, uma família do Rio Tavares foi acolhida em hotel conveniado pelo município após as chuvas. Ela deverá ficar no local, inicialmente, por sete dias.

São José

Com 105 mm, foram registrados mais de 10 alagamentos e deslizamentos nos bairros Colônia Santana, Forquilhas, Flor de Nápolis e Forquilhinha.

Acúmulo de água na pista impede passagem de veículos – Foto: Prefeitura de São José/Divulgação/NDAcúmulo de água na pista impede passagem de veículos – Foto: Prefeitura de São José/Divulgação/ND

Os rios Maruim, em Colônia Santana, e Forquilhas interditaram a passagem de veículos na manhã desta quarta devido ao volume de água. Na manhã desta quinta, não havia novas atualizações dos estragos na cidade.

Palhoça

Segundo a prefeitura de Palhoça, o volume acumulado de chuva no município passou de 100 mm em alguns locais, como no bairro Aririu, que registrou 103 mm e a Praia de Fora, com 128 mm.

As principais vias afetadas foram a rua Padre João Batista Réus e a rua João Duarte Raimundo, no Caminho Novo; a rua Amaro Ferreira Macedo e a rua Prefeito Ari Wagner, no Centro, além da rua Saul Cardoso, na comunidade Frei Damião.

A reportagem do ND+ entrou em contato com a prefeitura na manhã desta quinta sobre o número de desabrigados ou desalojados, mas não teve retorno até a publicação.

Biguaçu

A assessoria da prefeitura informou, na manhã desta quinta-feira, que apesar dos 104 mm de chuva em 48 horas, não houve pessoas desabrigadas, apenas registro de alagamentos nas áreas urbanas e rurais. Porém, o relatório com o balanço dos estragos ainda está sendo elaborado.

+

Tempo