Chuva forte deixa Florianópolis embaixo d’água e prefeito alerta para deslizamentos

Cidade registra alagamentos e pontos de deslizamentos de terra

A chuva que não para de cair em Santa Catarina causou na manhã deste domingo (24) novos alagamentos e deslizamentos em Florianópolis. Equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros estão nas ruas para verificar as ocorrências.

Chuva em Florianópolis Ruas estão embaixo d’água nesta manhã em Florianópolis – Foto: GMF/Divulgação

Além disso, um deslizamento causou o soterramento de quatro pessoas, segundo informações dos bombeiros. Por meio do twitter, o prefeito Gean Loureiro confirmou que duas pessoas, mãe e filha, teriam morrido na ocorrência.

De acordo com o tenente-coronel dos bombeiros Diogo Losso, há vários pontos de alagamento na Via Expressa Sul e na área Central da cidade. Em apenas três horas, choveu cerca de 86 mm na Capital, segundo a Defesa Civil.

Entre os pontos que também ficaram embaixo d’água estão a avenida Hercílio Luz e a rua Álvaro Milen da Silveira, próximo à Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina).

Também foram registrados dois deslizamentos, no bairro José Mendes e no Morro da Penitenciária, mas apenas com danos materiais, sem vítimas. Na rua Silva Jardim, o trânsito precisou ficar em meia-pista após um pequeno deslizamento.

Outro ponto que também ficou alagado foi o Hospital Infantil. Equipes dos bombeiros e Defesa Civil já foram para o local, a fim de calcular os estragos.

Prefeito comenta preocupação com deslizamentos

Em vídeo, o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM), comentou sobre as fortes chuvas que atingem a cidade neste domingo, principalmente no Centro.

Segundo ele, todas as equipes estão nas ruas para atender as ocorrências e será dado suporte aos moradores que tiverem que sair de casa por estragos.

“Nossa preocupação está nos deslizamentos nas áreas de morro da cidade. Por isso, pedimos muita cautela. Qualquer barulho estranho ou sinalização de desmoronamento, comunique a Defesa Civil no 199”, reforça.

Hercílio Luz é liberada devido às chuvas

Por conta da chuva, neste domingo a Ponte Hercílio Luz  foi liberada para o tráfego de carros, tanto para quem deseja sair ou entrar na Ilha.

A liberação se deu porque bolsões de água estão se formando na cabeceira das Pontes Colombo Salles e Pedro Ivo, respectivamente, a saída e a entrada da Capital. Equipes da Guarda Municipal fazem a orientação do trânsito no local.

Muro desaba no Saco dos Limões 

Neste domingo, também ocorreu o deslizamento de um muro no bairro Saco dos Limões. Segundo o tenente-coronel Diogo Losso, na tarde de sábado (23), equipes da Defesa Civil já havia orientado os moradores do local para deixar a casa e, por isso, não havia ninguém no momento da queda.

Além dos bombeiros e Defesa Civil, policiais da PMRv (Polícia Militar Rodoviária) também fazem o acompanhamento de alagamentos em alguns pontos da SC-401. Por volta do 12h, o km 19  começava a ter acúmulo de água na marginal.

Rodovia ficou com duas faixas alagadas devido as chuvas – Foto: PMRv/DivulgaçãoRodovia ficou com duas faixas alagadas devido as chuvas – Foto: PMRv/Divulgação

Outro ponto da rodovia, no sentido Norte da Ilha, próximo ao viaduto João Paulo, o trânsito ficou totalmente interrompido devido a grande quantidade de água cumulada. Equipes da Prefeitura estão se mobilizando para, com o uso de uma retroescavadeira, romper a mureta que substituiu o guard rail para escoamento da chuva.

Ao menos 19 cidades registraram estragos em SC

De acordo com o último boletim divulgado pela Defesa Civil do Estado na tarde deste sábado (23), ao menos 19 cidades registraram ocorrências devido as chuvas nos últimos dias. A grande maioria foi alagamentos, seguido de tempestades e deslizamentos de terra.

São 40 pessoas desalojadas e 46 desabrigadas em cinco cidades: Timbó (14), Rio dos Cedros (3), Benedito Novo (7), Rodeio (6) e Doutor Pedrinho (16).

Número de ocorrências registradas pela Defesa Civil do Estado – Foto: Defesa Civil/DivulgaçãoNúmero de ocorrências registradas pela Defesa Civil do Estado – Foto: Defesa Civil/Divulgação

Veja as ocorrências já registradas por cidade:

  • 17 de janeiro
    • Pescaria Brava: deslizamento de pequena encosta, derrubando muro no entorno de residência;
    • Bom Retiro: forte chuva durante a tarde onde choveu 137 mm em curto
      período de tempo nas localidades de Laranjeira e Rio Frederico, no interior da cidade, ocasionando algumas quedas de barreiras e danificando bueiros nas
      referidas localidades interrompendo assim por total a trafegabilidade de acesso à ambas localidades. Equipe para primeira resposta ao evento no local com maquinário para desobstrução das estradas vicinais;
    • Imbituba: por insuficiência de drenagem e locais com histórico de recorrência, entorno de 8 residências alagadas;
  • 18 de janeiro
    • Ilhota: devido às fortes chuvas torrenciais alguns dos bairros do município foram atingidos, como Vila Nova, Centro e Missões;
  • 19 de janeiro
    • Papanduva: por volta das 16:00 houve alagamento do rio Papanduva, sendo
      que subiu um nível de 3 metros acima do normal, mais precisamente no bairro Fabril, próximo a vila dos Poma. Ainda fomos acionados para atender o bairro São José, próximo ao estádio Municipal, onde quatro casas foram invadidas pela água;
    • Jaraguá do Sul: pequenos escorregamentos de terra, em fundos de residências e lateral de vias públicas nos interiores, uma queda de muro, quatro riscos de queda de árvores e uma queda de árvore.
  • 20 de janeiro
    • Rodeio: queda de muro na localidade do Ipiranga, deslizamento de terra em dois bairros do município e alagamento em vários pontos do município;
    • Apiúna: o município de Apiúna até o momento tem registrado várias ocorrências na sua maioria de queda de barreiras em vias públicas e próximo de residências, também vemos algumas localidades onde as tubulações não deram conta do volume de águas e acabou transbordando e causando estragos nas vias.
    • Itaiópolis: alagamentos, com desmoronamento de muros e comprometimento de moradias;
    • Ascurra: avaliação em áreas de risco, deslizamentos, queda de árvore e inundação.
  • 21 de janeiro
    • Benedito Novo: devido às chuvas dos últimos dias e mais consistentes e concentradas, houve o transbordamento na calha do Rio Benedito. Temos edificações atingidas pelas águas e deslizamentos. Não temos relatos de vítimas;
    • São João do Itaperiú: alagamentos em ruas urbanas e rurais do município e deslizamento de encosta (barranco);
    • Balneário Piçarras: deslizamentos, alagamentos, enchente e queda de muro em casa;
    • Major Vieira: inundações dos leitos dos rios e atingiu parcialmente as estradas vicinais.
    • Camboriú: deslizamento por falta de muro de contenção, queda de muro de contenção devido a infiltração de água e deslizamento, com queda de árvore;
    • Rio dos Cedros: vários deslizamentos no município, sendo que, na
      localidade de Rio Herta, estrada geral Rio Herta Fundos, atingiu uma residência. Também foram registrado pontos de alagamento nas ruas 1º de maio, 7 de Setembro, Brasília , Dom Pedro II, São Bernardo, Pietro Domenico Dalabrida, Nereu Ramos e Avenida Tiradentes.

Previsão é de mais chuva

Defesa Civil emitiu novo alerta de temporais com riscos de estragos em Santa Catarina. O alerta vale das 8h deste domingo (24) até 23h59 de segunda-feira (25), para todo o Estado.

Conforme a órgão, este domingo é marcado pela volta dos temporais isolados em toda Santa Catarina. Do Extremo-Oeste ao Litoral Sul ainda há risco de queda de granizo.

Entre o Planalto Norte e a Grande Florianópolis, a chuva deve ocorrer de forma ocasional, intercalada com períodos de abertura. Segundo a Defesa Civil, no entanto, ainda persiste a condição de chuva forte em curto espaço de tempo, o que mantém o alerta para estragos.

Estas regiões é onde há risco alto para deslizamentos, alagamentos e enxurradas. Isto ocorre pela condição de chuva forte em curtos períodos de tempo.

Defesa Civil emitiu novo alerta de temporais em Santa Catarina – Foto: Defesa Civil/DivulgaçãoDefesa Civil emitiu novo alerta de temporais em Santa Catarina – Foto: Defesa Civil/Divulgação

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Tempo

Loading...