Ciclone deixa mar agitado e frente fria provoca temporais com riscos de desastres em SC

Conforme a Defesa Civil, o risco é moderado para desastres associados a vendavais no Planalto Sul, Litoral Sul e Grande Florianópolis

O ciclone extratropical está se deslocando para a costa do Rio Grande do Sul nesta quinta-feira (4), mas ainda deve deixar o mar agitado e provocar rajadas de vento que podem chegar a 70 km/h, em Santa Catarina. Conforme a Defesa Civil, o risco é moderado para desastres associados a vendavais no Planalto Sul, Litoral Sul e Grande Florianópolis.

Ciclone extratropical se direciona para a costa do Rio Grande do Sul e deixa mar agitado em Santa Catarina – Foto: Defesa Civil SC/Reprodução/NDCiclone extratropical se direciona para a costa do Rio Grande do Sul e deixa mar agitado em Santa Catarina – Foto: Defesa Civil SC/Reprodução/ND

A formação do fenômeno entre o litoral do Uruguai e o estado gaúcho deixa o mar muito agitado, com picos de onda em torno de 3,5 metros, entre a sexta-feira (5) e o sábado (6). Há risco moderado de ressaca para a região costeira entre o Litoral Sul e a Grande Florianópolis.

Segundo o órgão estadual, o fenômeno de ciclone bomba como ocorreu no ano passado, não deve ser registrado no Estado.

Além disso, uma frente fria se aproxima do território catarinense segundo a Defesa Civil, que mantém o tempo instável com chuvas e risco de temporais, que iniciam no Planalto Sul e Litoral Sul, se estendendo para as demais regiões ao longo do dia.

O órgão estadual alerta para alto riscos de desastres em decorrência da chuva no Planalto Norte, Litoral Norte, Alto, Médio e Baixo Vale do Itajaí e da Grande Florianópolis. Nas demais regiões o risco é médio.

O alerta para o ciclone começou às 9h desta quinta e segue até as 23h59 desta sexta-feira (5), mas deve se afastar para alto mar, ainda de acordo com a Defesa Civil.

+

Tempo