Cidades da Grande Florianópolis têm queda de ponte e destelhamento, após três dias de chuva

Capital registrou mais de 240 mm de chuva em apenas três dias; apesar das ocorrências, ninguém ficou ferido

As cidades da Grande Florianópolis sofrem com temporais desde segunda-feira (2). Por conta disso, os municípios já registram ocorrências como queda de ponte e destelhamentos, após três dias seguidos de chuva.

Florianópolis registrou mais de 240 mm de chuva em apenas três dias – Foto: Marcos Jordão/NDFlorianópolis registrou mais de 240 mm de chuva em apenas três dias – Foto: Marcos Jordão/ND

De acordo com a Prefeitura de Florianópolis, a Floram (Fundação Municipal do Meio Ambiente) registrou queda de 10 árvores ao longo desta quarta-feira (4), mas que já foram removidas.

Além disso, já fez a remoção de 750 mil litros de água em ruas alagadas, totalizando quase 1 milhão desde segunda-feira. Uma ponte no bairro Ingleses, no Norte da Ilha de Santa Catarina, que já estava interditada pela Defesa Civil também caiu.

Ponte que estava interditada desabou no bairro Ingleses – Vídeo: PMF/Divulgação/ND

Apesar disso, a prefeitura afirma que ninguém ficou ferido e que já trabalha na recuperação da estrutura a partir desta quinta-feira (5).

Florianópolis registrou ainda três pontos de deslizamentos. Um muro no Canto do Araçás, próximo da Lagoa da Conceição, deslizamento em terreno de um prédio em Canajurê e na obra na região Central, que resultou em interdição de uma rua pela Defesa Civil, que monitora os casos.

Mesmo com o susto, o prédio já foi liberado para os moradores retornarem, pois não houve danos estruturais

A Secretaria de Assistência Social tem, até o momento, cinco pessoas acolhidas no hotel credenciado. Três pessoas de uma família, que moravam na casa afetada em um deslizamento da última terça-feira (3), e duas pessoas de outra família, que tiveram a casa alagada. Neste caso, a família pode retornar assim que a água baixar na residência.

Florianópolis registrou 115,6 mm de chuva entre 17h22 da última terça-feira até 17h22 desta quarta-feira. Assim como foram 241 mm desde 17h22 de segunda.

Biguaçu tem casa destelhada

De acordo com o superintendente da Defesa Civil de Biguaçu, João Domingos, uma casa do bairro Jardim Janaina foi destelhada no início da manhã desta quarta-feira (4). Em seguida, lonas foram entregues para que os moradores façam a cobertura da residência.

Além disso, um muro também caiu no mesmo bairro. No entanto, o superintendente alega que ocorreu uma escavação próxima da estrutura.

“Uma escavação foi feita próximo do muro no fim de semana e cedeu por conta da chuva durante a semana”, conta o superintendente.

Além disso, a comunidade Santa Catarina, no interior do município, também registrou pontos de alagamento. “A região se encontra em uma parte baixa e o rio que passa próximo subiu e deixou a situação complicada. No perímetro urbano, duas árvores caíram, mas já foram retiradas”, complementa João Domingos.

Ainda de acordo com a atualização da Defesa Civil de Santa Catarina, Biguaçu registrou 61 mm de chuva nas últimas 24 horas e 164 mm nos últimos três dias.

São José registra queda de árvores e deslizamentos

De acordo com a Prefeitura de São José, entre a última terça e quarta-feira, o município registrou um pequeno deslizamento no condomínio do Bosque das Mansões, queda de árvores nos bairros Ipiranga e Jardim Cidade de Florianópolis.

Pequeno deslizamento no Bosque das Mansões - PMSJ/Divulgação/ND
1 3
Pequeno deslizamento no Bosque das Mansões - PMSJ/Divulgação/ND
Árvore cai em São José - PMSJ/Divulgação/ND
2 3
Árvore cai em São José - PMSJ/Divulgação/ND
Deslizamento de muro foram registrados nos bairros Colônia Santana e Forquilhinha. - PMSJ/Divulgação/ND
3 3
Deslizamento de muro foram registrados nos bairros Colônia Santana e Forquilhinha. - PMSJ/Divulgação/ND

Além disso, a captação de rede pluvial municipal necessitou de desentupimento. A cidade teve ainda deslizamento de muro nos bairros da Colônia Santana e Forquilhinha. Apesar disso, as ocorrências não tiveram vítimas.

Palhoça com alagamentos pontuais

A Defesa Civil municipal afirma que a situação está controlada e apenas com alagamentos pontuais. Apesar disso, um deslizamento foi registrado em uma área rural da Guarda do Cubatão, mas a Secretaria de Obras já fez a recuperação do local.

Palhoça registrou 90 mm de chuva nas últimas 24 horas e foi a terceira cidade com o maior índice na Grande Florianópolis. Além disso, foram 226 mm em apenas três dias.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Tempo

Loading...