Com estragos ou emergência em 19 cidades, SC tem previsão de contrastes no tempo; confira

Estado terá breve período de sol e calor proporcionado por uma massa de ar quente, mas novas tempestades com queda na temperatura ocorrem na próxima semana

Depois de uma semana de chuvas, ventanias e até tornados que provocaram estragos e deixaram municípios catarinenses em situação de emergência, a previsão do tempo promete contrastes para os próximos dias no Estado.

A condição chuvosa com baixas temperaturas dá lugar a uma breve passagem de sol e calor que devem predominar entre o domingo (26) e terça-feira (28).  Mas uma nova massa de ar frio devolve o alerta para tempestades em Santa Catarina para o resto da próxima semana.

estragos em SCXanxerê registra estragos causados por temporal no interior do município – Foto: Defesa Civil/ND

Região mais afetada pelo tempo nesta semana, o Oeste segue sob alerta nesta quinta-feira (23), já que novos temporais devem ocorrer entre às 15h e às 21h.

De acordo com o meteorologista Piter Scheuer, pancadas passageiras com trovoadas não podem ser descartadas nos setores entre o Oeste e Meio-Oeste, por conta de um sistema de baixa pressão.

A Defesa Civil trabalha para reparar os danos provocados pelos extremos no Estado. Foram registradas ocorrências relacionadas às fortes chuvas e ventanias em pelo menos 18 cidades catarinenses.

Entre os municípios afetados estão Abelardo Luz, Bom Jesus, Canoinhas, Entre Rios, Ipuaçu, Lages, Lajeado Grande, Marema, Ouro Verde, Ponte Serrada, São Bernardino, São Domingos, São Lourenço, Seara, São João do Sul, Timbó Grande, Vargeão e Xanxerê. Até o momento, seis municípios decretaram Situação de Emergência: Abelardo Luz, Bom Jesus, Ipuaçú, Marema, Ouro Verde, Timbó Grande e Irani.

Nesta quinta, há risco de temporais localizados com rajadas de vento acima de 60km/h e granizo em diversos municípios da região. Isso se dá devido à área alongada de baixa pressão entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, informa a meteorologista Gilsânia Cruz, da Epagri/Ciram.

Por conta dos prejuízos já causados pelos temporais dos últimos dias, cinco municípios do Oeste decretaram situação de emergência: Abelardo Luz, Bom Jesus, Ipuaçú, Marema e Ouro Verde.

DCSC realizou a entrega de telhas para famílias de Bom Jesus – Foto: DCSC/NFDCSC realizou a entrega de telhas para famílias de Bom Jesus – Foto: DCSC/NF

Fim de semana começa com previsão de mais chuvas

O fim de semana inicia com a previsão de instabilidade associada à baixa pressão, que mantém a condição para chuva com trovoadas e temporais isolados em todas as regiões catarinenses na sexta-feira (24).

Ao amanhecer as temperaturas mínimas se aproximam dos 8°C no Planalto Sul e variam entre 12 e 14°C nas demais regiões. À tarde as temperaturas máximas não sobem muito, devido à cobertura de nuvens e a chuva e variam entre 16 e 22°C. O risco para ocorrências relacionadas a chuva é moderado.

Já no sábado (25), haverá a presença de muitas nuvens e condições para chuva fraca no Litoral e áreas próximas. Nas demais regiões do Estado, o sol aparece entre nuvens. A temperatura mínima varia entre 7 e 10°C do Oeste ao Planalto Sul e entre 13 e 16°C nas demais regiões.

À tarde, as máximas chegam a se aproximar dos 30°C no Oeste e variam entre 17 e 22°C nas demais regiões. Não há risco para ocorrências associadas às condições de tempo.

Breve mudança no tempo traz período de calor

Já no domingo, o tempo muda. “Domingo vai ter uma massa de ar quente, então esquenta em todo o Estado. A temperatura deve se aproximar da marca dos 30°C”, destaca Piter Scheuer.

A condição se mantém na segunda-feira (27), que deve ser de sol e calor, complementa o meteorologista. Segundo Gilsânia Cruz, da Epagri, a temperatura mais quente se mantém entre domingo e terça-feira.

Sol e calor predominam em SC entre domingo (26) e terça-feira (28) – Foto: Moisés Stuker/NDTVSol e calor predominam em SC entre domingo (26) e terça-feira (28) – Foto: Moisés Stuker/NDTV

Mais tempestades em Santa Catarina na semana que vem

Porém, as chuvas fortes retornam ao Estado já na quarta-feira (28). De acordo com Gilsânia Cruz, “uma nova frente fria traz chuva e temporais isolados, e na sequencia diminuição da temperatura com a chegada de uma massa de ar um pouco mais frio”.

Segundo a meteorologista, ainda é cedo para prever que tipos de estragos essa condição pode proporcionar na próxima semana.

Piter Scheuer ressalta que o contraste de temperaturas proporcionado entre as massas de ar quente e ar frio podem resultar em chuvas fortes.

“Tem risco para ter alguns temporais na passagem desta frente fria, pancadas que podem vir com chuva forte, granizo e ventania não podem ser descartados” pontua Scheuer.

Defesa Civil se prepara com avisos e alertas

Santa Catarina está localizada numa das regiões mais favoráveis para a formação de tempestades severas e eventos meteorológicos intensos da América do Sul, como tornados e microexplosões.

Com as previsões de mais tempestades que podem seguir castigando o Estado, a Defesa Civil segue em alerta para atender o municípios, principalmente aqueles que já se encontram em situação de emergência.

O governo do Estado investiu nos últimos anos no desenvolvimento de um sistema de monitoramento eficiente para este tipo de ocasião, informou o órgão.

Atualmente, todo território catarinense é coberto por uma rede de radares meteorológicos, por imagens de satélite em tempo real e centenas de estações meteorológicas. O monitoramento é realizado 24 horas por dia por uma equipe especializada que fornece informações antecipadas e confiáveis à população.

As informações são repassadas para os catarinenses por meio do site da Defesa Civil, redes sociais, emissoras de TV por assinatura, mensagens SMS, e grupos de WhatsApp para imprensa e agentes de proteção e defesa civil.

Ao menos quatro casas foram destelhadas e diversas quedas de árvores foram registradas em Criciúma – Foto: Divulgação/Defesa CivilAo menos quatro casas foram destelhadas e diversas quedas de árvores foram registradas em Criciúma – Foto: Divulgação/Defesa Civil

“É fundamental que os catarinenses se mantenham informados a respeito dos riscos que estão expostos”, disse o chefe da Defesa Civil de Santa Catarina, David Busarello.

De acordo com ele, com base nos avisos e alertas emitidos pela DCSC a população pode se preparar de forma mais eficiente para o impacto dos eventos meteorológicos tão recorrentes em nosso Estado.

Para receber os avisos e alertas da Defesa Civil basta enviar uma mensagem de texto SMS para o número 40199 contendo no corpo do texto apenas o Código de Endereçamento Postal (CEP) que deseja ser monitorado.

+

Tempo

Loading...