Com quase 500 pessoas afetadas, Lages decreta estado de emergência devido às chuvas

Medida permite adoção de medidas mais contundentes para conter estragos; mais de 80 moradores de Lages estão desabrigados

O prefeito Antonio Ceron (PSD), de Lages, decretou na manhã desta quinta-feira (5) situação de emergência devido às chuvas.  O município da Serra de Santa Catarina já contabiliza 158 moradores desalojados sendo que 81 estão desabrigados.

Estado de emergência em Lages permite a adoção de medidas contundentes para conter os estragos da chuvaMedida permite que órgãos municipais adotem medidas de reposta e reconstrução – Foto: Prefeitura de Lages/Divulgação/ND

Pelo prazo de 180 dias, a medida permite a mobilização de todo o aparto municipal, sob a coordenação da Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil, para agir nas ações de resposta e reconstrução. Autoriza também a convocação de voluntários e a realização de campanhas de arrecadação.

Na ocasião da assinatura do decreto, Ceron e o vice-prefeito Juliano Polese se reuniram com as secretarias envolvidas na atuação de atendimento às pessoas que tiveram suas residências tomadas pelas águas. Foram três dias seguidos de chuva – segunda, terça e quarta-feira (5).

As chuvas acumularam um total de 189,6 mm em 72 horas, segundo o boletim da Defesa Civil de Lages, divulgado no fim da manhã desta quinta-feira (5). O nível do rio Caraha está em 5.77 metros acima do nível normal.

Desabrigados

Os desabrigados foram atendidos pelos três abrigos que o município abriu emergencialmente. Já são 488 pessoas atingidas por ocorrências associadas às chuvas em Lages, dentre elas alagamentos, transbordamento de córregos, deslizamento de terras, destelhamentos, quedas de muras e árvores, regate e locomoção entre outros.

Segundo o comunicado da prefeitura, “entendeu da prioridade quanto às pessoas, onde se faz necessário uma série de providencias, que vão desde alojamento, alimentação e saúde”.

Chuva afeta 109 cidades

Ao menos 109 municípios de Santa Catarina registram ocorrências relacionas às fortes chuvas. No total, 30 mil pessoas foram afetadas. Os dados são da Defesa Civil Estadual.

Dois óbitos foram confirmados na cidade de São Joaquim, na Serra catarinense, e uma pessoa permanece desaparecida. São ainda contabilizados 445 desalojados e 178 desabrigados, conforme dados informados pelas Coordenadorias Municipais de Proteção e Defesa Civil.

Um homem de 45 anos foi encontrado morto na manhã desta quinta-feira (5), após ser arrastado por uma enxurrada que atingiu Urubici, na Serra catarinense. O município emitiu decreto de situação de emergência por conta das fortes chuvas.

+

Tempo

Loading...