Contando estragos, SC tem novo alerta ‘combo’ para tempestades; veja cidades

Fortes chuvas deixaram 612 pessoas desabrigadas; passagem de frente fria pelo Estado provoca tempestades, mar agitado e ressaca

As fortes chuvas que atingiram Santa Catarina nesta quarta-feira (9) causaram estragos em diversas regiões do Estado. A condição do tempo deve continuar a mesma nesta quinta-feira (10). A Defesa Civil estadual emitiu alertas para tempestades, mar agitado e risco de ressaca.

Forte chuva causa alagamentos em várias regiões de Brusque – Foto: Divulgação/Defesa Civil de Brusque/NDForte chuva causa alagamentos em várias regiões de Brusque – Foto: Divulgação/Defesa Civil de Brusque/ND

A passagem de uma frente fria pelo Estado provoca pancadas de chuva com trovoadas em todas as regiões. Há riscos para temporais isolados e altos volumes de chuva em um curto espaço de tempo. Os volumes podem superar os 50 milímetros.

De acordo com a Defesa Civil, o risco para ocorrências associadas a temporais é moderado nas áreas em amarelo do mapa abaixo. Nas áreas em laranja, o risco é alto para temporais e volumes significativos de chuva, além de alto e muito alto para deslizamentos.

Confira no mapa:

Há risco de temporais isolados, com descargas elétricas e rajadas de ventos nos municípios de Bela Vista do Toldo, Calmon, Canoinhas, Caçador, Curitibanos, Fraiburgo, Frei Rogério, Irineópolis, Itaiópolis, Lebon Régis, Mafra, Major Vieira, Matos Costa, Monte Castelo, Papanduva, Porto União, Rio das Antas, Santa Cecília, Santa Terezinha, Timbó Grande e Três Barras.

A passagem da frente fria pelo Estado deixa, ainda, o mar agitado com risco de ressaca entre esta quinta e a sexta-feira (11). A condição ocorre entre o Litoral Sul e a Grande Florianópolis.

As ondas são de direção Sul, com 2 metros de altura e picos de 2,5 metros. O risco relacionado à agitação marítima e ressaca é moderado nas áreas em amarelo do mapa abaixo.

Veja: 

Chuva deixou desabrigados

As fortes chuvas dos últimos três dias em Santa Catarina retiraram de casa pelo menos 612 pessoas. Dos 21 municípios afetados, Canelinha, Balneário Gaivota, Pescaria Brava, Imaruí e Laguna decretaram situação de emergência. Segundo a Defesa Civil estadual, Brusque e Camboriú devem publicar o decreto ainda nesta quinta-feira.

Em Camboriú, no Vale do Itajaí, onde choveu 202 mm, 200 pessoas precisaram deixar suas casas e 15 estão no abrigo municipal nesta manhã. Além de Camboriú, outras cidades foram atingidas e tiveram registro de alagamentos e deslizamentos.

O volume de chuva registrada durante a noite desta terça-feira (8) provocou alagamentos e deslizamentos em alguns bairros de Brusque. No município, há 276 pessoas desalojadas por conta dos alagamentos.

O Sul do Estado foi a região mais afetada pelos temporais. Em Imaruí, houve quedas de muros, danos em vias públicas e de pontes na Zona Rural, alagamentos, deslizamentos, ponte destruída e possíveis desalojamentos. Laguna registrou 181 mm de chuva nas últimas 48 horas.

+

Tempo