Defesa Civil alerta para temporais em todo o Estado até este domingo

Previsão indica a condição de temporais em todas as regiões de Santa Catarina, com eventual queda de granizo e rajadas de vento

A Defesa Civil de Santa Catarina emitiu alerta para o risco de temporais com eventuais quedas de granizo e rajadas de vento em todas as regiões do Estado até o final de domingo (28).

Há chances ainda de alagamentos e enxurradas por conta do alto acúmulo de água em curto período de tempo.

Tempestade muda a cor o céu em Blumenau – Foto: Wilson Gutz/NDTVTempestade muda a cor o céu em Blumenau – Foto: Wilson Gutz/NDTV

A condição de calor e temporais, presente no Estado desde a manhã deste sábado (27), se estende até às 23h59 de domingo, conforme a previsão do órgão.

Por conta da passagem de uma frente fria, os temporais devem voltar a ganhar força no período da tarde de domingo, principalmente do Meio-Oeste ao Litoral.

Durante todo o fim de semana, a Defesa Civil não descarta as chances de quedas de granizo, rajadas de vento, enxurradas e alagamentos.

Portanto, há risco moderado para desastres em todas as regiões catarinenses, como pode ser observado nas áreas destacadas em amarelo no mapa abaixo:

Alerta de temporais neste fim de semana em Santa Catarina – Foto: Divulgação/Defesa CivilAlerta de temporais neste fim de semana em Santa Catarina – Foto: Divulgação/Defesa Civil

Chuva deve persistir no início da semana

De acordo com a previsão da Epagri/Ciram, o início da próxima semana – entre segunda (29) e quarta-feira (31) – continua com períodos chuvosos em algumas regiões.

Na segunda, o tempo fica instável com nebulosidade especialmente do Planalto ao Litoral de Santa Catarina, com chuva isolada no início do dia.

Já a terça e quarta, devem ter sol entre nuvens no decorrer do dia devido ao avanço de uma massa de ar mais seco e frio. No Litoral, portanto, mais nebulosidade e chuva isolada preferencialmente no início e final do dia.

Cuidados e recomendações

Em tempestades com ventos fortes e raios, a Defesa Civil indica que a população busque um local abrigado, longe de árvores, placas, postes de energia, janelas e outros objetos que possam ser arremessados. Na praia, jamais fique na água.

Já em casos de alagamentos e inundações, o órgão orienta que se evite o contato com as águas e não dirija em locais alagados, assim como transitar em pontilhões e pontes submersas. Atenção e cuidado especial com crianças próximas a rios e ribeirões.

+

Tempo