Defesa Civil divulga novo balanço sobre estragos causados pela chuva em SC

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar, as cidades mais afetadas nesta quarta foram Imaruí, Camboriú e Itajaí; trabalhos seguem

A Defesa Civil de Santa Catarina divulgou, no fim da tarde desta quarta-feira (9), um novo balanço sobre a situação das ocorrências causadas pelas chuvas que atingiram Santa Catarina. Confira:

Ruas alagadas pela chuva: cena “padrão” durante esta quarta-feira – Foto: CBMSC/DivulgaçãoRuas alagadas pela chuva: cena “padrão” durante esta quarta-feira – Foto: CBMSC/Divulgação

Região de Tubarão

  • Gravatal: água em abundância;
  • Tubarão: deslizamento de terra na Estrada Geral do Rio do Pouso, enxurrada de água passando por cima da ponte;
  • Jaguaruna: Registro de alagamentos em Sanga Grande;
  • Imaruí: Registro de alagamentos e ponte destruída;

Região de Criciúma

  • Morro da Fumaça: Alagamentos -agentes em campo;
  • Criciúma: Registro de Alagamentos, localidades mais afetadas: Quarta Linha, São Luiz e Monte Castelo;
  • Içara: Alagamentos pontuais. Cabeceira da ponte danificada pela enxurrada; A situação começa a ficar mais complexa. Compdec atendendo várias ocorrências no momento;
  • Nova Veneza: Deslizamento de terra sobre a via de trânsito local;

Grande Florianópolis

  • Canelinha: 146 pessoas desabrigadas/desalojadas, sendo aberto abrigo municipal com capacidade para 200 pessoas na Escola Profª Maria De Lourdes Nicolau Zimmermann;
As fortes chuvas obrigaram moradores de Canelinha a deixarem suas casas ainda na noite de terça-feira (8) – Foto: Karina Koppe/NDTVAs fortes chuvas obrigaram moradores de Canelinha a deixarem suas casas ainda na noite de terça-feira (8) – Foto: Karina Koppe/NDTV

Região de Blumenau

  • Brusque: Deslizamento com queda de muro no bairro Paquetá (apenas danos materiais). No Bairro Limeira já existem danos à infraestrutura pública (pontilhões), e residências atingidas pelos alagamentos. Equipes da DC municipal em levantamento. Segundo o órgão, haverá abertura de abrigo por necessidade de alocar famílias atingidas;
  • Timbó: Registro de Queda de muro;

Região de Itajaí

  • Penha: Grande volume de chuva com alagamentos pontuais;
  • Itajaí: Região da Foz com relatos de ocorrências no interior de Itajaí, bairros próximos à Brusque. Compdec em levantamento;
  • Luiz Alves: Informa queda de árvore na rodovia de acesso a Massaranduba;
  • Balneário Camboriú: Relata escorregamento na AV Panorâmica e alagamento pontual próximo ao Shopping;
  • Camboriú: Alagamentos nos Bairros Santa Regina e Jardim Europa;

Vale ressaltar que até às 17h25 desta quarta-feira, os municípios de Pescaria Brava e Laguna decretaram situação de emergência. Segundo a Defesa Civil, a documentação está sob análise para homologação.

Bombeiros atenderam quase 100 ocorrências

O Corpo de Bombeiros Militar atendeu 94 ocorrências em Santa Catarina, devido as fortes chuvas que atingiram o Estado, apenas entre as 8h e 14h desta quarta-feira. O destaque fica por conta para a região de Tubarão, com mais de 30 atendimentos, além de Itajaí e Balneário Camboriú, com ao menos 20.

Árvore caiu em cima de uma casa em Criciúma e teve que ser cortada pelo Corpo de Bombeiros – Foto: Corpo de Bombeiros/NDÁrvore caiu em cima de uma casa em Criciúma e teve que ser cortada pelo Corpo de Bombeiros – Foto: Corpo de Bombeiros/ND

Entre as ocorrências atendidas estão a remoção de pessoas das residências, transporte em botes, desobstrução de vias, corte de árvores que representam riscos, distribuição de lonas, entre outras relacionadas. Em Laguna uma escola infantil precisou ser evacuada.

As equipes seguem atuando nas regiões afetadas e o Comando-Geral do CBMSC está monitorando a situação junto com a Defesa Civil de Santa Catarina. As cidades mais afetadas nesta quarta foram Imaruí, Camboriú e Itajaí.

Vale ressaltar que os atendimentos foram iniciados ainda na noite desta terça-feira (8) e seguiram por toda a madrugada. Segundo os bombeiros, a preocupação depois de períodos de muita chuva é com os alagamentos e deslizamentos, que ocorrem quando o solo está encharcado.

+

Tempo