Defesa Civil divulga recomendações para encarar frio extremo em SC; confira

Beber bastante água e proteger canos do congelamentos estão entre as recomendações; temperaturas mínimas devem chegar a -7°C

Uma massa de ar polar prevista para chegar a Santa Catarina nesta terça-feira (27) vai provocar a queda acentuada das temperaturas, com mínimas de até -7ºC em 80% do Estado. Diante desse cenário de frio extremo, a Defesa Civil estadual emitiu recomendações que podem ser seguidas para evitar situações de risco.

Estão sendo esperadas temperaturas abaixo de zero em várias regiões – Foto: Marcelo Muniz/PDC de Urupema/Divulgação/NDEstão sendo esperadas temperaturas abaixo de zero em várias regiões – Foto: Marcelo Muniz/PDC de Urupema/Divulgação/ND

Segundo o diretor de Gestão de Desastres da Defesa Civil, Daniel Dutra, são pequenos cuidados que fazem a diferença, tanto para a autoproteção, quanto para proteger quem mais amamos.

“A recomendação nestes dias mais frios é reforçar a atenção com a população mais vulnerável, como idosos, crianças e moradores de ruas. Os animais de estimação também precisam de cuidados especiais, assim é recomendado que sejam abrigados durante a noite”, explicou.

Ele reforça que é importante se manter aquecido, mas evitar técnicas que possam colocar as pessoas em risco como acender churrasqueiras ou latas com combustíveis dentro de casa. “Este procedimento pode provocar incêndios, queimaduras ou causar a morte devido a inalação de monóxido de carbono”, destacou Dutra.

Hidratação e cuidados

A recomendação é beber bastante água e manter a pele hidratada, especialmente mãos, pés, rosto e lábios. É preciso reforçar os cuidados com a higiene das mãos e evitar locais fechados com muitas pessoas aglomeradas.

Ao conduzir veículos nas regiões de serra, a Defesa Civil recomenda atenção nas rodovias em função do risco de formação de gelo na pista. Além disso, o indivíduo deve viajar apenas com a confirmação de reserva em hotéis ou pousadas.

Agasalhos e refeições

Outra recomendação diz respeito ao uso de agasalhos adequados para não sofrer o risco de hipotermia. Acessórios como luvas, gorros, meias e cachecóis garantem a proteção das extremidades do corpo.

Na hora das refeições, o ideal é dar preferência a sopas e um chá quente, que podem ajudar a enfrentar o frio. Contudo, frutas e vegetais ainda devem fazer parte do cardápio, pois o consumo de vitaminas, sais minerais e antioxidantes contribuem para minimizar as infeções típicas da estação.

Canos e tubulações

A Defesa Civil estadual recomenda a proteção de tubulações de água que não estejam enterradas e equipamentos descobertos. A proteção pode ser feita com papelão, jornais, plásticos ou lonas. Isso minimiza a probabilidade de congelamento da água nos canos.

A mesma ação pode ser utilizada nos hidrômetros para reduzir as chances de ruptura do equipamento.

Frio mobiliza autoridades

O governo do Estado convocou uma reunião entre as estruturas de segurança e controle nesta segunda para debater estratégias de combate ao frio histórico previsto para essa semana em Santa Catarina.

A reunião de alinhamento contou com a participação do CBMSC (Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina), Secretaria de Estado da Assistência Social, CasanPM (Polícia Militar), Epagri, Casa Civil, Secretaria de Estado da Saúde e Santur (Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina).

Alertas foram emitidos para os municípios para colocar em ação os planos de contingência e deixar as estruturas municipais preparadas.

Segundo as informações do governo catarinense, há uma estrutura de prontidão para dar eventuais suportes às cidades. A situação é monitorada desde a semana passada.

Confira os preparativos:

Polícia Militar

  • Possibilidade de remanejamento de efetivo;
  • Operação Inverno;
  • Operação Gelo na Pista através da PMRv (Polícia Rodoviária Militar);
  • Postos da PMRv de Bom Jardim da Serra e Painel à disposição para atendimento ao público.

Secretaria de Saúde

  • Orientação as unidades hospitalares acerca do aumento da demanda de atendimentos de emergências respiratórias e cardiovasculares;
  • Sobreaviso de unidades do Samu e Centrais de Regulação de Urgência;
  • Planejamento para eventual necessidade de realocação de recursos humanos e materiais.

Defesa Civil Estadual

  • Plantão permanente para oferecer suporte aos municípios;
  • Emissão de avisos e alertas meteorológicos;
  • Acionamento de todas as coordenadorias regionais para reforçar o suporte aos municípios em caso de necessidade.

Epagri

  • Orientação meteorológica ao setor da agricultura, pesca e pecuária para evitar prejuízos.

Casan

  • Reforço de equipes na Serra e do Oeste;
  • Garantia de estoque de insumos para o atendimento das ocorrências neste período de baixas temperaturas.

Corpo de Bombeiros Militar

  • Execução da Operação Serra Mais Segura, que visa reforçar efetivo e meios operacionais para o atendimento de ocorrências e execução de ações preventivas na Serra catarinense;
  • Reforço de efetivo;
  • Guarnição em prontidão no mirante da Serra do Rio do Rastro;
  • Reforço no trajeto da BR-282 entre os municípios de Santo Amaro da Imperatriz e Bom Retiro.

Secretaria de Desenvolvimento Social

  • Orientações aos municípios para as ações de assistência social em relação as atividades de apoio em função do frio intenso.

Polícia Civil

  • Orientação de todo efetivo sobre a previsão de declínio acentuado da temperatura;
  • Reforço de efetivo e sobreaviso nas unidades policiais;
  • Equipe em prontidão no aguardo de orientação da Defesa Civil e para apoiar as demais instituições.
+

Tempo

Loading...