Dois dias após temporais, Grande Florianópolis ainda tem interdições e desabrigados

Com fortes chuvas no sábado (19), pelo menos dois municípios ainda têm pessoas fora de casa na manhã desta segunda (21)

O alto volume de chuva no sábado (19) deixou ruas alagadas, vias interditadas e pessoas fora de casa na Grande Florianópolis. A precipitação de 135 mm nas últimas 48 horas na Capital afetou principalmente as regiões Norte, Sul e Leste e deixou quatro pessoas desabrigadas até a manhã desta segunda-feira (21).

Rodovia na Vargem Grande, um dos bairros de Florianópolis mais afetados após chuvas do final de semana – Foto: Leo Munhoz/NDRodovia na Vargem Grande, um dos bairros de Florianópolis mais afetados após chuvas do final de semana – Foto: Leo Munhoz/ND

A estrada geral da Vargem Grande, via de ligação com o bairro Rio Vermelho, ainda permanece totalmente interditada após o asfalto ceder pelo alto volume de água.

Segundo a Guarda Municipal, o trecho foi avaliado pela Defesa Civil da cidade, que orientou a permanência do bloqueio em função do risco de desmoronamento. Equipes da prefeitura foram ao local nesta manhã.

Até o domingo (20), a Defesa Civil municipal realizou quatro interdições nos bairros Rio Tavares, Parque São Jorge, Costeira e Lagoa da Conceição.

Danos causados pelas chuvas foram registrados nos bairros Vargem Grande, Ingleses, Rio Vermelho, Rio Tavares, Jurerê, Itacorubi, Estreito, Morro da Cruz, Barra da Lagoa, Córrego Grande, Centro, Tapera, Armação e Pântano do Sul. Todos os locais foram acompanhados por equipes da prefeitura.

Foram registradas cinco quedas de muros no Parque São Jorge e nos bairros Lagoa da Conceição, Tapera e Cachoeira do Bom Jesus. Houve, ainda, três deslizamentos nos bairros Pantanal, Costeira e Lagoa da Conceição. Segundo a prefeitura, ninguém ficou ferido.

Moradores afetados na Capital

A Secretaria de Assistência Social de Florianópolis abrigou 71 pessoas em situação de rua, sendo 40 na Passarela da Cidadania e 31 em hotéis. O hotel credenciado disponibiliza de 90 vagas emergenciais.

Três famílias foram levadas para hotéis também pela assistência na noite de sábado. No entanto, na manhã desta segunda, apenas uma família de quatro pessoas permanece no hotel, as outras duas já retornaram para casa.

São José

No total, foram registradas 13 ocorrências no sábado, nas quais duas foram interdições de casas nos bairros São Luiz e Serraria. No município, seis pessoas ficaram desalojadas e estão na casa de parentes. Nas últimas 48 horas, choveu 101 mm no município.

Após a meia-noite de sábado, não houve novos registros de danos. Ainda no bairro Serraria, uma rua foi parcialmente interditada, mas já havia sido liberada nesta manhã. Segundo a Defesa Civil municipal, outra via foi interditada de forma parcial em Forquilhinhas, mas ainda não há informações da desobstrução.

Palhoça

Durante todo o fim de semana, foram efetuadas 40 ocorrências. Os sete bairros mais afetados foram Caminho Novo, Brejaru, Frei Damião, Praia de Fora, Sertão do Campo, Centro e Ponte do Imaruim.

De acordo com a Defesa Civil, com a baixa da maré e o trabalho de prevenção com a limpeza de valas, a água deu vazão logo no início da manhã de domingo.

O local mais afetado foi na BR-101,  na altura do km 232, no Morro dos Cavalos, cuja interrupção durou 16 horas. Ainda na noite do sábado, um deslizamento de terra obstruiu totalmente a rodovia, sobretudo, no sentido Sul.

O desmoronamento foi reflexo dos mais de 170 mm de chuva acumulada na região ao longo do final de semana. Segundo a Epagri/Ciram, foram registrados 126 mm de chuva nas últimas 48 horas no município. Mesmo com abertura de abrigos, não houve desalojados nem desabrigados.

Biguaçu

Na manhã desta segunda, a Defesa Civil e a Secretaria de Obras do município estavam em campo para fazer o balanço dos estragos causados pelas chuvas. A princípio, não foi registrado nada grave.

Alagamentos foram registrados no interior do município e em alguns pontos do bairro Bom Viver. No entanto, até as 22h a água havia diminuído. Foram 93 mm acumulados de chuvas em 12 horas.

Houve uma queda de um muro de oito metros no bairro Fundos, mas ninguém se feriu.

Previsão do tempo

O pior já passou, segundo a Epagri/Ciram. A previsão é de chuva fraca no final da tarde, previstos no máximo 10 mm de chuva na Grande Florianópolis. Não há alertas para temporais nem agitação marítima, como registrado durante todo o fim de semana.

Conforme a Defesa Civil estadual, o risco é baixo para deslizamentos nesta segunda. À tarde, as temperaturas são amenas, de 17°C a 20°C no Litoral, Vale do Itajaí e na Grande Florianópolis. Nas demais regiões, as máximas ficam em torno de 14°C.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Tempo

Loading...