“Estamos vivos”, diz comerciante após tornado em Água Doce

De acordo com as Coordenadorias Municipais de Defesa Civil já são 31 municípios afetados em Santa Catarina, 16 feridos e uma morte

Muitas famílias de Água Doce, no Oeste de Santa Catarina, receberam a ajuda humanitária no fim de semana. Após o tornado confirmado pela Defesa Civil de Santa Catarina, o momento foi de reconstrução de casas e parte do comércio que ficou destruído. O levantamento dos prejuízos ainda é contabilizado pelas autoridades.

Telhados completamente destruídos pelo tornado – Foto: Carlos Corrêa/Reprodução NDTVTelhados completamente destruídos pelo tornado – Foto: Carlos Corrêa/Reprodução NDTV

A reportagem do Balanço Geral acompanhou essa reconstrução em Água Doce. O vendedor Gefeson Zagonel comenta que “todo mundo está ajudando e que a colaboração também foi para os vizinhos”. O professor Daniel Brugnara também foi atingido e precisou da ajuda para se reerguer.

“Já fomos atrás das telhas, achamos um pedreiro para ajudar na reconstrução. Terminar de cobrir aqui e depois tentar ajudar os outros ao máximo”, frisa Daniel.

Já o comerciante Everaldo Soares realizou a limpeza no estabelecimento para voltar a atender os clientes.

Comerciante faz limpeza da empresa para voltar a atender os clientes – Foto: Carlos Corrêa/Reprodução NDTVComerciante faz limpeza da empresa para voltar a atender os clientes – Foto: Carlos Corrêa/Reprodução NDTV

“Agora passou o susto, passou tudo o que tinha de ruim. Agora vamos fazer a limpeza para poder trabalhar e atender os clientes. Estamos vivos e vamos continuar na luta”, comenta.

As famílias atingidas estão recebendo telhas e materiais para a recuperação das casas por parte da Prefeitura de Luzerna e também Defesa Civil do Estado. Foram contabilizadas 13 vítimas, sendo 10 liberadas no mesmo dia e outras três que tiveram ferimentos mais graves, porém liberadas no domingo (16).

De acordo com números das Coordenadorias Municipais de Defesa Civil, até às 11h desta segunda-feira (17), são 31 municípios afetados, 16 feridos e uma morte.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Tempo

Loading...