Fortes temporais provocam estragos em cidades de Santa Catarina

Deslizamentos, destelhamentos e quedas de árvores e de postes foram registrados; quatro pessoas morreram

Fortes temporais provocaram estragos em cidades de Santa Catarina na madrugada desta quarta-feira (26).  De acordo com a Secretaria de Defesa Civil do Estado, destelhamentos, deslizamentos de terra e queda de árvores e de postes foram registrados. Quatro pessoas morreram, três eram da mesma família.

Em Itajaí, 40 imóveis foram destelhados pelo vento - Rubens Angioletti/Divulgação/ND
Em Itajaí, 40 imóveis foram destelhados pelo vento – Rubens Angioletti/Divulgação/ND

Em Itajaí, um homem morreu ao ser atingido durante a queda de um poste durante a madrugada. No começo da manhã, no bairro Carvalho, três irmãos sofreram uma descarga elétrica. De acordo com os bombeiros, eles saíram de dentro da casa com o pai, com medo do imóvel desabar devido aos fortes ventos. Uma fiação caída na rua, em contato com poças de água, provocou a descarga elétrica.

O irmão mais velho, de 16 anos, morreu no local. As irmãs mais novas, de quatro e dez anos, chegaram a ser socorridas, mas não resistiram aos ferimentos. O pai das crianças também foi encaminhado ao hospital e passa por atendimento médico.

Ainda em Itajaí, os fortes ventos deixaram aproximadamente 40 imóveis destelhados. No começo da manhã, 120 mil consumidores estavam sem energia elétrica na cidade.

O vendaval provocou o destelhamento de 50 casas em Xanxerê. Além desse município, quedas de árvores e de postes também foram registradas em Jaraguá do Sul e em Guaramirim, deixando mais de 10 mil consumidores sem luz.  

Balneário Camboriú também relatou estragos com queda de galhos e fiações elétricas, além do destelhamento de uma casa do bairro Ariribá. A Defesa Civil local informou que, em decorrência da falta de energia, a Passarela da Barra teve um dos elevadores parados. Os fortes ventos quebraram  três janelas do local. O departamento de Patrimônio Público está realizando os devidos reparos.

Queda de barreiras em rodovias

O grande volume de chuva provocou um deslizamento de terra em Chapecó, deixando um trecho da SC-283 parcialmente obstruído. O Deinfra (Departamento Estadual de Infraestrutura) ainda trabalha no local.

Árvores caídas também provocaram transtornos aos motoristas das rodovias federais que passam por Santa Catarina. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, um trecho da BR-470, em São Cristóvão do Sul, continua interditado durante esta manhã, no km 225.

Durante a madrugada, houve interdição temporária no km 371 da BR-282 em Erval Velho; km 295 da BR-470 em Campos Novos e no km 11 da BR-280 em São Francisco do Sul, além da BR-101, nos kms 20 e 59 em Joinville e no 122 em Itajaí.  

Velocidade do vento

De acordo com dados da Epagri/Ciram, por volta da 1h30 da madrugada, os ventos chegaram a uma velocidade de 133km/h no Morro da Igreja, em Bom Jardim da Serra. Em Urupema, o registro foi de 90km/h, enquanto que em Novo Horizonte foi de 75km/h.  Depois destas, as rajadas mais fortes foram em Dionísio Cerqueira (68km/h), São Joaquim (67km/h), Xanxerê (63km/h), Água Doce (61km/h), São Bonifácio (60km/h) e Anitápolis (60km/h).

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Tempo

Loading...