Frio intenso volta a predominar em Santa Catarina; veja as temperaturas

Uma massa de ar seco e frio muda o tempo a partir da tarde deste sábado (17); mar também deve estar agitado durante o fim de semana

Uma intensa massa de ar seco e frio que chega ao Sul do país traz de volta o frio intenso que abriu o inverno e trouxe até neve para Santa Catarina. As temperaturas começam a cair a partir da tarde deste sábado (17) e a Defesa Civil emitiu alerta de frio intenso.

Temperaturas voltam a despencar em Santa Catarina – Foto: Arquivo/Leo Munhoz/NDTemperaturas voltam a despencar em Santa Catarina – Foto: Arquivo/Leo Munhoz/ND

Segundo o meteorologista da Defesa Civil, Felipe Theodorovitz, o frio se intensifica na madrugada de domingo (18) e, principalmente, no amanhecer de segunda (19) e terça-feira (20). “Neste período as mínimas podem atingir valores negativos entre o Oeste e os Planaltos e ficam abaixo de 5°C no Litoral”, informou.

A sensação de frio será reforçada pelo vento, que será persistente, com rajadas de vento de moderada a forte intensidade, resultando em sensação de frio ainda mais intenso. Os ventos sopram de Sudoeste, com intensidade fraca a moderada. As rajadas podem chegar dos 50 km/h aos 70 km/h.

A Defesa Civil alerta para o risco alto de ocorrências associadas ao frio em todas as regiões do Estado. A orientação é proteger a população mais vulnerável, como crianças, idosos e moradores de rua, além de abrigar animais domésticos.

O domingo será marcado pelo frio intenso e predomínio de sol em todo o Estado, conforme previsão da Defesa Civil. No amanhecer, há formação de geada e temperaturas negativas na Serra catarinense. As mínimas variam de 0°C a 5°C entre o Oeste e os Planaltos e de 7°C a 11°C no Litoral e Vale do Itajaí.

Mar agitado

A chegada de uma intensa massa de ar seco e frio e a formação de um ciclone extratropical no mar, entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, intensificam os ventos e deixam o mar muito agitado, com risco de ressaca entre a Grande Florianópolis e o Litoral Sul.

Há risco de mar agitado – Foto: Reprodução/Redes sociais/Walter João Jorge JuniorHá risco de mar agitado – Foto: Reprodução/Redes sociais/Walter João Jorge Junior

As ondas devem ter entre 2 metros e 2,5 metros de altura, com picos que podem chegar aos 3 metros. A Defesa Civil recomenda cuidados em relação à ressaca, como evitar atividades náuticas, proteger embarcações e não caminhar em costões.

+

Tempo

Loading...